A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/09/2010 08:20

Governo também amplia licença para explorar carvão

Redação

Além da redução de 90% no coeficiente da TMF Taxa de Transporte e Movimentação de Produtos e Subprodutos Florestais) incidente sobre o carvão vegetal, o governo também estendeu o tempo de vigência da licença ambiental, de dois para quatro anos, para exploração do carvão vegetal.

A licença passa a ser de dois anos para supressão de matas e mais dois anos para aproveitamento de material lenhoso. O presidente do Sindicarv Marcos José Brito avalia que a nova medida vai gerar economia para os empresários e também diminuir a quantidade de projetos apresentados à secretaria de Meio Ambiente.

Brito explica que de acordo com a legislação vigente, quando a carvoaria não utiliza o volume total de carvão estipulado na licença ambiental e dentro do prazo previsto no mesmo documento, o empresário é obrigado a apresentar um novo projeto para a Secretaria de Meio Ambiente estadual, o que onera a atividade do setor.

O custo da licença, incluindo taxas, projeto de engenharia florestal e vistoria, gira em torno de R$ 7 mil. "Pela burocracia e custo, quando o volume é pequeno não vale a pena transformar todo o material em carvão", explica Brito. "Agora chegamos a um consenso que vai estimular o setor", concluiu. (Com informações da assessoria de imprensa).

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions