A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

04/03/2018 12:15

Importação de gás natural dispara 77% e valor soma US$ 209,77 milhões

Osvaldo Júnior
Ramal de gás natural em Campo Grande (Foto: Divulgação)Ramal de gás natural em Campo Grande (Foto: Divulgação)

Depois de longo período em baixa, a importação de gás natural da Bolívia por Mato Grosso do Sul fechou o primeiro bimestre deste ano com disparada de 77,7%. O valor das compras somou US$ 209,77 milhões, correspondente a 51,74% do total das importações, de US$ 405,42 milhões.

Números do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) mostram que entraram por Mato Grosso do Sul volume 32% maior de gás natural no acumulado de janeiro e fevereiro deste ano na comparação o mesmo período do ano passado.

No primeiro bimestre de 2018, foram 1 milhão de toneladas do insumo contra 761,57 mil toneladas em iguais meses de 2017.

Com essa alta, a participação dos valores das importações do gás natural subiu de 35,9% para 51,74%. O produto volta, assim, a representar mais da metade do montante importado.

Consumo – Não houyve apenas alta das entradas de gás natural. O consumo do produto, fornecido pela MSGás, também apresentou incremento.

De acordo com dados da empresa, as vendas do insumo somaram 529,43 milhões de metros cúbidos em 2017, volume 30,4% superior às 405,81 milhões de toneladas de metros cúbidos contabilizadas no ano anterior.

O peso maior para o avanço veio da indústria, com variação de 62%: de 99,84 milhões para 162,34 milhões de metros cúbidos. Outro crescimento significativo resultou do consumo pela usina Luís Carlos Prestes, em Três Lagoas. A alta foi de 41,9%, de 252 milhões para 357 milhões de metros cúbidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions