A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 13 de Novembro de 2018

13/05/2014 10:34

Índice de famílias endividadas cai em relação a março, mas continua alto

Marta Ferreira

O índice de endividamento das famílias campo-grandenses  teve um leve recuo no mês de abril, mas ainda é alto, atingindo 68,7%, segundo os dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comcércio de Bens, Serviços e Turismo). Em março, o índice era de 71,2%

Para o presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo em Mato Grosso do Sul), Edison Araújo, os números, mais uma vez, indicam contenção no consumo a prazo. “Vale ressaltar que, mesmo com a Páscoa, muitos evitaram compromissos já prevendo as compras do Dia das Mães”, avalia. No dia das mães, os dados do SCPC (Serviço de Proteção ao Crédito) em Campo Grande indicaram vendas menores a prazo.

Conforme os dados da pesquisa da CNC, no mês de abril, 170.423 famílias tinham contas parceladas. Isso inclui cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros.

O cartão de crédito é meio de parcelamento de 60,5% das famílias. Outras 41,4% têm dívidas em carnê e 16,4% possuem financiamentos de carros. Das famílias que têm compras parceladas, 47,75% informaram que têm contas em atraso e 39,7% disseram que não têm condições de honrar o compromisso.

Banco é condenado por descontar parcelas a mais de empréstimo de aposentado
A 2ª Vara Cível de Corumbá, a 419 km de Campo Grande, condenou a BMG Consignado ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais por descontar indevidament...
Dólar tem leve alta e fecha segunda-feira cotado a R$ 3,75
O dólar encerrou a segunda-feira (12) em alta de 0,55%, vendido a R$ 3,757. A movimentação no mercado financeiro foi reduzida devido ao feriado de Di...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions