A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

07/03/2016 09:56

Indústria começa o ano em recuperação e com saldo de 157 empregos

Priscilla Peres
Construção Civil começa a reagir e apresentar saldo de emprego. (Foto: Fiems)Construção Civil começa a reagir e apresentar saldo de emprego. (Foto: Fiems)

Após dez meses consecutivos de demissões, a indústria de Mato Grosso do Sul mostra recuperação e volta a contratar. Em janeiro, o setor abriu 1.200 novas vagas e teve saldo de 157 postos de trabalho, principalmente devido as contratações da Construção Civil no Estado.

De acordo com a Fiems (Federação da Indústria de MS), no primeiro mês de 2016 a Construção Civil teve saldo de 345 vagas, seguido da Mecânica com 109 e Indústria Metalúrgica com 41. A indústria tem o 4° maior contingente de trabalhadores formais do Estado, sendo 125.655 trabalhadores.

Porém, o setor fechou 9.003 vagas nos 12 meses de 2015. As maiores reduções ocorreram na indústria da construção (-2.163), indústria têxtil e do vestuário (-1.813), indústria química (-1.610), indústria mecânica (-964), indústria de produtos alimentícios e bebidas (-795) e indústria metalúrgica (-630), segundo dados da Fiems.

2016 - Em janeiro, 76 atividades industriais do Estado apresentaram saldo positivo de contratação, proporcionando a abertura de 1.200 vagas. Entre as atividades industriais com saldo positivo de pelo menos 30 vagas, destacaram-se construção de edifícios (+241), abate de reses, exceto suínos (+216), obras para geração e distribuição de energia elétrica e para telecomunicações (+66) e obras de terraplenagem (+61).

Em relação aos municípios, constata-se que em 32 deles as atividades industriais registraram saldo positivo de contratação no mês de janeiro, proporcionando a abertura de 1.026 vagas, destacando-se Três Lagoas (+268), Paranaíba (+100), Dourados (+84), Nova Andradina (+78) e Aparecida do Taboado (+74).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions