A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/12/2010 11:09

Lojas comemoram vendas do Natal e abrem temporada de promoções

Aline Queiroz e Ana Maria Assis

Dezembro registrou alta de 10,38% em relação ao ano passado

Vitrines anunciam promoções. Foto: João Garrigó Vitrines anunciam promoções. Foto: João Garrigó

Descontos e promoções estão, literalmente, estampados nas vitrines das lojas do centro de Campo Grande. Os lojistas comemoram as vendas no período que antecedeu o Natal e, como os lucros já foram altos, iniciaram hoje a queima de estoque.

Em Campo Grande, as vendas do comércio entre os dias 1º e 24 de dezembro registraram alta de 10,38%, quando comparadas ao mesmo período do ano passado, segundo pesquisa divulgada esta manhã pelo Departamento de Estatística e Pesquisa da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande.

O percentual supera o comportamento histórico do comércio, que é de dois pontos percentuais acima do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). O último relatório Focus , do Banco Central, de 17 de dezembro, estimou aumento de 7,61% para o PIB brasileiro.

Mas quem não fez as compras antes do Natal, de olho nas promoções, tem grandes chances de fazer bons negócios.

Calçados, roupas, óculos, joias, bijouterias e cosméticos foram os principais presentes e, para fechar com chave de ouro as vendas deste fim de ano, lojistas destes setores já abriram a temporada de promoções.

Algumas lojas oferecem descontos de até 40%. Já outras colocam preço único como uma forma de atrair mais clientes. Mais tímidos, estabelecimentos que vendem eletrodomésticos também têm alguns produtos em promoção.

O gerente da loja de roupas Jet Line, César de Deus Souza, afirma que as vendas superaram as expectativas e, por este motivo, decidiu pela promoção, como uma forma que queimar estoque e logo mostrar a nova coleção.

“Quando vira o ano nós temos que apresentar ao cliente as novas tendências, por isso optamos pela promoção para vender os produtos do ano passado”, completa.

Para o gerente da @Zero, Horácio Rodrigues Correa Júnior, 29 anos, este foi o melhor Natal dos últimos cinco anos.

Já o proprietário da loja Máfia, Ataulfo Martins Bravo, afirma que não as vendas caíram 9% em relação ao ano passado.

“Não sei de onde apontam um crescimento destes”, reclama.

Ele afirma que não fará promoções para não prejudicar os clientes que pagaram preço fechado pelas mesmas mercadorias.

Público - Para a Associação Comercial, consumidores das classes C e D tiveram papel decisivo no sucesso das vendas de Natal.

Devido ao aumento da formalização da economia ao longo deste ano, muitos passaram a receber o 13º salário.

Neste Natal foram injetados na economia brasileira R$ 102 bilhões referentes ao pagamento do benefício, contra R$ 85 bilhões do ano passado, segundo a Fundação Getúlio Vargas.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions