A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Abril de 2017

25/03/2017 11:25

Maior importador de carne de MS, China suspende embargo ao produto

Ricardo Campos Jr.
JBS suspendeu produção após embargos internacionais à carne brasileira (Foto: Alcides Neto / arquivo)JBS suspendeu produção após embargos internacionais à carne brasileira (Foto: Alcides Neto / arquivo)

A China, um dos principais importadores da carne produzida em Mato Grosso do Sul, anunciou neste sábado (25) a reabertura total ao mercado brasileiro. O país havia suspenso as compras após os efeitos negativos da operação Carne Fraca da Polícia Federal, que apurou irregularidades pontuais em alguns frigoríficos do Paraná, Minas Gerais e Goiás.

O trabalho da corporação apurou o envolvimento de fiscais do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) em um esquema ilegal de liberação de licenças e fiscalizações irregulares em frigoríficos.

Foi constatado que parte das empresas, algumas pertencentes a grandes redes como BRS e JBS, usavam produtos químicos para maquiar carnes vencidas e injetavam água para aumentar o peso dos produtos. Fiscais envolvidos evitavam fiscalizações e emitiam certificados.

Em nota publicada hoje, assinada pelo titular da pasta Blairo Maggi, o MAPA afirma que a decisão da China em retomar as importações é “atestado categórico da solidez e qualidade do sistema sanitário brasileiro e uma vitória de nossa capacidade exportadora”.

Outros países – O Egito também suspendeu o embargo à carne brasileira, segundo informações do Portal G1. As remessas, contudo, estarão sujeitas a checagem no país de origem e após a chegada no país africano.

Também continuarão importando o produto os Estados Unidos, embora tenham aumentado a inspeção que fazem de rotina.

A União Europeia, em contrapartida, informou na sexta que a carne continuará sendo rejeitada e terá de retornar ao Brasil. Uma comissão do grupo enviará representantes para reuniões e visitas a unidades produtivas no intuito de avaliar se as medidas restritivas são necessárias e só então vão decidir se mantém ou suspendem o embargo.

Efeitos – Por conta da suspensão nas importações, a JBS suspendeu por três dias o abate em seis das sete unidades que processam bovinos em Mato Grosso do Sul. Segundo informações da assessoria de imprensa da companhia, a meta é reduzir em 35% a capacidade total de produção. Ao todo, serão paralisadas as atividades em 33 das 36 filiais em todo o país.

Em Mato Grosso do Sul, a única que continuará funcionando será a de Anastácio. Serão paralisadas as duas filiais de Campo Grande e as que estão localizadas em Cassilândia, Naviraí, Nova Andradina e Ponta Porã.

Em nota, a empresa diz se comprometer a manter o emprego dos 125 mil funcionários de todas as unidades afetadas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions