A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/02/2011 16:12

Mais de 800 trabalhadores do setor sucroalcooleiro do Estado serão qualificados

Paula Vitorino

Os profissionais da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) estão participando da Reunião Comitê RH, que define os detalhes finais do Plano Nacional de Qualificação do setor sucroalcooleiro no Estado, com início previsto para março deste ano.

O objetivo é qualificar trabalhadores do setor, tanto os que estão desempregados como os que correm risco de desemprego devido à mecanização da colheita da cana.

“É importante a qualificação, pois as usinas demandam pessoas qualificadas, com a mecanização da usinas esses trabalhadores estarão aptos para exercerem outras funções”, destaca Paulo Aurélio Vasconcelos, gerente executivo da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul).

A meta do programa é qualificar 897 trabalhadores do Estado na primeira fase, entre os municípios de: Batayporã, Brasilândia, Caarapó, Chapadão do Sul, Costa Rica, Deodápolis, Dourados, Ivinhema, Maracaju. Nova Alvorada, Nova Andradina, Naviraí, Rio Brilhante, Sidrolândia, Sonora e Vicentina.

Em todo o país, serão 25 mil trabalhadores qualificados em 11 Estados que serão divididos em duas etapas.

Durante a qualificação, serão ministrados 13 cursos diferentes com 20 vagas para cada modalidade. Os cursos têm duração média de 200 horas, divididos em teoria e prática, sendo 70% das vagas destinadas aos trabalhadores das usinas e 30% à comunidade.

A reunião contou com a presença da entidade executora dos cursos de qualificação social e profissional, Sociedade Educacional Afonso Linares Prado (Sealp), e um representante de cada uma das 20 usinas de 16 municípios do Estado, além da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul).

Programa - O projeto é do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), que utiliza os recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), com parcerias entre Estados, municípios e entidades privadas.

Segundo dados do MTE, a região Centro-Sul concentra 79% das usinas do país e 70% dos cerca de 1,3 milhões de trabalhadores da atividade sucroenergética. A queimada que facilita o corte manual da cana está sendo eliminada.



Gostaria de saber quais os cursos oferecidos, e quais as exigencias como grau de estudo e se tem vagas para outros profissionais como tecnico agrícola e outros.
 
José Roberto da Cruz em 24/02/2011 10:28:34
Esses cursos deveriam ser estendidos tambem para C. Grande, pois aqui tem muita gente querendo se profissionalizar em alguma àrea, e essa é muito boa.
 
joao bosco em 23/02/2011 11:50:59
Eu gostaria de saber si esses cursos sao para qualquer pessoa tanto feminino quanto masculino e si sao pagos,eu fiquei muita interessada pois gostaria muito de trabalhar em uma usina.
 
silvania costa da silva em 23/02/2011 07:58:47
Eu gostaria de saber mais sobre estes cursos pois fiquei muito interessado, e gostaria de estar participando dos mesmos.
 
aldemir rodrigues de oliveira em 23/02/2011 07:03:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions