A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/01/2014 14:38

Mesmo sem reforma na casa, valor do IPTU tem aumento de até 35%

Leonardo Rocha
Contribuintes estão pagando mais de 30% de reajuste, apesar de não ter alterações nas casas (Foto: Marcos Ermínio)Contribuintes estão pagando mais de 30% de reajuste, apesar de não ter alterações nas casas (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar de não ter feito reforma ou ampliação na casa, vários contribuintes receberam carnês do IPTU com reajuste de até 35% em relação ao ano passado. Isto contraria a informação da prefeitura que somente foi cobrado valores acima dos 5,93%, para aqueles que fizeram modificações e mudanças nas residências.

O comerciário Júlio César da Silva, de 51 anos, afirmou que seu IPTU de 2014 foi no valor de R$ 230,00, enquanto que ano passado ele pagou R$ 170,00, um aumento de 35% no valor. “A minha casa continua igual, sem qualquer alteração, gostaria que este valor fosse menor, pelo menos metade do preço”, explicou.

Ele ainda ressaltou que mora no bairro Estrela Dalva e que o local não tem esgoto e precisa de uma infraestrutura melhor. “Ruas com muitos buracos e mesmo assim pagamos caro no IPTU”.

Já a cabeleireira Guilhermina de Freitas, 47, também confirmou que não fez nenhuma alteração na residência e teve um susto quando seu IPTU, que aumentou 30%. “Ano passado paguei R$ 330,00, já neste ano o carnê veio com R$ 429,00, muito elevado”.

Guilhermina que mora no bairro Canguru, na periferia, revelou que sua rua não tem asfalto e nem esgoto, por isso não entende este valor cobrado. “Nos causa revolta e indignação”.

A pensionista Dália Moreira, 73, também acredita que seu IPTU deveria ser mais barato ou quem sabe até ser isenta. Ela teve um reajuste de 17% em relação ao valor do ano passado. Em 2013 foi cobrado R$ 590,00, já neste ano o seu carnê aponta R$ 692,00.

“Não fiz nada na minha casa, não sei por que subiu tanto, tenho várias contas para pagar, este valor só vai me prejudicar, deveria ser bem mais barato”, ponderou ela.

Defesa - O secretário municipal de receita, Disney Souza, havia afirmado que o reajuste acima dos 5,93% seria apenas para 2% dos casos em Campo Grande e só aconteceria se houvesse modificações, alterações nas residências, que gerasse uma revisão no valor venal da moradia.

Entretanto, nos casos citados acima, a variação chegou até 35% de aumento no valor, apesar dos contribuintes não realizarem nenhuma mudanças em suas casas. Disney também afirmou que para esta “revisão do valor venal”, não precisaria de projeto de lei, apenas um ato administrativo.

O prefeito aplicou um reajuste de 5,93% no IPTU, no entanto de acordo com o secretário (receita), o aumento no valor pode chegar até a 400%, em função da atualização cadastral, assim como possível ampliação da área e mudanças nas características da moradia.

O ex-secretário municipal e estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, explicou que após uma série de informações e cálculos levantados pela prefeitura, deve ser elaborado um projeto de lei para apreciação dos vereadores.

Ele ressaltou que a Câmara Municipal pode ingressar com uma Ação Civil Pública para anular os 346.476 carnês que foram emitidos pela prefeitura.

“A Câmara deve ir para dentro do órgão de informática da prefeitura para conferir todos os carnês do IPTU”, defendeu.

Já o advogado tributarista Wladimir Rossi Lourenço, ex-presidente da seccional da OAB/MS, considerou ilegal um reajuste acima da inflação. Ele ainda ponderou que este aumento cabe ação judicial por parte dos cidadãos que se sentirem prejudicados.

Júlio César da Silva teve aumento de 35% de IPTU, mesmo não modificando nada em sua casa (Foto: Marcos Ermínio)Júlio César da Silva teve aumento de 35% de IPTU, mesmo não modificando nada em sua casa (Foto: Marcos Ermínio)
Contribuintes reclamam de valor alto cobrado no IPTU deste ano (Foto: Marcos ErmínioContribuintes reclamam de valor alto cobrado no IPTU deste ano (Foto: Marcos Ermínio


Agora o Bernal, perde apoio dos eleitores e contribuintes, pois foi mexer nos bolsos dos contribuintes, IPTU com reajuste e serviços de péssima qualidade na cidade; agoa Bernal dança,
 
Celso Rodrigues em 16/01/2014 08:28:51
Não cassaram o prefeito porque ?? tem muito dinheiro na jogada
 
eraldo afonso bento em 16/01/2014 08:28:23
isso é um absurdo aqui onde moro nao tem asfalto muito menos esgoto.e um fedor do lixao e ninguem faz nada ,eles nunca mandaram carne cobrando o IPTU daqui de casa agora tem um montante la de quase seis mil reais ,se tinha iptu na minha residencia por que eles nuncam mandavam o carne agora querem cobrar ,ainda falaram q tem tres anos q esta ajuizado fala serio!!!vou vender a minha casa para pagar por que da onde vou tirar esse dinheiro ,e pedir uma na prefeitura sera q eles vao me dar ?so sabem cobrar impostos mas trabalhar pelo bairro nao querem né ..a populaçao tem que se reunir e fazer protestos por que juntos somos fortes
 
viviane oliveira em 16/01/2014 08:11:56
Então Chocolate, hora de mostrar serviço;não trairagem...
 
aluizio silva em 16/01/2014 08:11:07
Um absurdo termos que aceitar tudo que vem de goela abaixo.cadê os vereadores eleito pro nos que não se manifestam.
 
santos filho em 15/01/2014 23:51:54
Essa extorsão acontece não é de hoje. Quem se sente lesado deve pagar o IPTU apenas na justiça. Simples assim.
 
João Pedro em 15/01/2014 18:01:30
Esta é a oportunidade de mostrar quem está trabalhando por Campo Grande.Vamos lá senhores vereadores, aumentaram o próprio salário em 60%.,o que mais precisam pra fazer alguma coisa por nós?
 
Marcia França em 15/01/2014 17:12:25
Mas vamos lá: Os imóveis realmente subiram de preço, e sem precisar de reforma. Houve uma valorização dos imóveis em geral, e é obvio que isso iria refletir no IPTU. Na hora de vender o imóvel todo mundo joga lá em cima, mas na hora do IPTU o imóvel não vale nada... vai entender!!
 
João Carlos Meth em 15/01/2014 16:37:42
Será que os vereadores de nossa capital, não vão fazer nada a respeito deste reajuste absurdo? Se conseguirem fazer esta será aprimeira coisa que terão ffeito de bom neste pleito, pois até agora não fizeram nada que preste, para terem recebido seus salários.
 
marco silva em 15/01/2014 16:13:55
Depois de 8 anos o meu IPTU foi corrigido pelos 5,93% anunciados pela prefeitura. Queria o congelamento para atenuar o absurdo( aumento real de 230%) do mandato anterior.
 
lincoln curado em 15/01/2014 15:58:31
Mas como assim? Não noticiaram que o aumento seria de 400%???
 
Carlos Alberto Rodrigues em 15/01/2014 15:35:11
Ele não ia congelar o IPTU no primeiro ano? Agora está cobrando os atrasados..
 
Maria Claudia em 15/01/2014 15:20:04
Todo mundo reclama reclama reclama isso não muda nada. Ainda não cassaram o Prefeito por que mesmo?
 
Fernando Maurício em 15/01/2014 15:19:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions