A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

08/12/2010 19:15

Minério de ferro de Corumbá é citado em lista de itens estratégicos dos EUA

João Humberto

Recursos minerais e redes de comunicação no Brasil estão na lista de itens estratégicos dos EUA. É o que revelam os telegramas de diplomatas americanos ao Departamento de Estado do país vazados ontem pelo site WikiLeaks. Os minérios de ferro e manganês, em Corumbá, integram a lista.

De acordo com os telegramas, reservas minerais em Goiás e também em Minas Gerais passaram a ser consideradas "locais vitais". Isso porque qualquer problema no suprimento das matérias-primas extraídas nesses lugares afetaria diretamente a indústria americana.

Atualmente, o Brasil possui 98% das reservas de nióbio do mundo, e os EUA estão entre os maiores consumidores. O metal é usado na fabricação de peças de automóveis, aviões, obras de infraestrutura e até lâminas de barbear.

Por isso, o governo americano incluiu duas minas brasileiras de nióbio como prioritárias. Uma delas pertence à CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração) e fica em Araxá (MG). Sozinha, ela atende 80% do mercado mundial.

A outra jazida é explorada pela inglesa Anglo American no complexo mineral de Ouvidor e Catalão, em Goiás.

A Vale tem duas jazidas na lista. Uma delas é a de minério de ferro em Corumbá, que possui alta concentração de ferro no minério, considerado um dos melhores do mundo. Outra é a de manganês, da Urucum, usado em siderúrgicas.



recentemente em corumbá foram apreendidas duas pesquisadoras norte americana motivo,elas estavam tentando recolher amostra de minérios estratégicos na serra do amolar,o noso país parece casa de mãe joana todo mundo manda se as nossas autoridades não abrirem o olho , americanos,europeus e outros povos tomárão nossas riquesas e nós ficaremos de braços cruzados.


sidney f sanabria 8/12/10
 
sidney f sanabria em 08/12/2010 08:06:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions