A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

12/03/2013 17:44

MS sai na frente em disputa por fábrica de trilhos de R$ 1,4 bilhão

Nícholas Vasconcelos
Fábrica vai produzir trilhos de trem a partir do ferro das minas de Corumbá. (Foto: Rodrigo Pazinato)Fábrica vai produzir trilhos de trem a partir do ferro das minas de Corumbá. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Mato Grosso do Sul sai na frente na disputa de uma fábrica de trilhos de trem, que terá investimento de R$ 1,4 bilhão. A afirmação é do superintendente da Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste), Marcelo Dourado.

Segundo o chefe da autarquia, ligada ao Ministério da Integração Nacional, os recursos estão previstos no Orçamento da União, mas dependem da regulamentação da MP (Medida Provisória) 581, que cria o Fundo do Desenvolvimento do Centro-Oeste. Já existe outro fundo, administrado pela Superintendência, de R$ 17 bilhões.

O senador Delcídio do Amaral (PT) foi o responsável por relatar a medida no Senado.

A assessoria de imprensa da Sudeco informou que ainda não há uma definição exata do local da fábrica, somente que será instalada no Centro-Oeste. A fábrica vai produzir pelo menos 200 mil toneladas de trilho por ano, sendo que o ferro necessário viria das minas de Corumbá (MS).

Pelo menos três empresas estrangeiras já estariam interessadas na instalação da fabrica.

De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, o Governo Federal estaria pressionando o setor siderúrgico brasileiro para retomar a produção de trilhos no país. O setor não fabrica este tipo de produto desde 1996, quando a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), suspendeu alegando falta de demanda.

Com a demanda de ferrovias, 12 concessões anunciadas pelo Governo, surgiu a necessidade 1,2 milhão de toneladas de trilhos.

Levantamento feito pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio), o Brasil tem importado nos dois últimos anos entre 160 mil e 170 mil toneladas de trilhos.

 

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions