ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Economia

MS vai ganhar fábrica de etanol de milho e investimento de R$ 49 milhões

Empresa deve produzir 200 mil litros de etanol de milho por dia e também gerar cerca de 150 empregos diretos

Por Nyelder Rodrigues | 22/09/2020 15:41
Secretário de Produção destaca importância do empreendimento (Foto: Edemir Rodrigues/Ascom)
Secretário de Produção destaca importância do empreendimento (Foto: Edemir Rodrigues/Ascom)

O município de Jaraguari, com sede localizada a 44 quilômetros de Campo Grande, vai receber investimentos na casa dos R$ 49 milhões para a criação da primeira indústria de produção de etanol a partir do milho em Mato Grosso do Sul. A novidade foi anunciada nesta terça-feira (22) pelo Governo do Estado, que acompanha o empreendimento.

"Adquirimos uma área de quase 100 hectares para atrair empresas para o município e assim gerar emprego e desenvolvimento para a região. Essa é a lógica de desenvolvimento do Governo do Estado para todos os municípios e esse empreendimento é a consolidação desse trabalho", explica o secretário estadual Jaime Verruck.

Chefe da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Verruck afirma que a chegada de tal empresa confirma o sucesso das ações de diversificação da matruz econômica regional.

Os 100 hectares adquiridos pelo Governo foram transformados no Polo Industrial e Empresarial de Jaraguari - que fica ao norte de Campo Grande. Até maio, pelo menos 33 empresas já haviam se interessado para se instalar no local, dando dinâmica a economia local.

Milho é um dos grãos que fazem parte da base econômica estadual e indústria agrega valor ao produto local (Foto: Edemir Rodrigues/Ascom)
Milho é um dos grãos que fazem parte da base econômica estadual e indústria agrega valor ao produto local (Foto: Edemir Rodrigues/Ascom)

De acordo com o Governo do Estado, a Destilaria Pioneira Indústria de Etanol de Milho, Fábrica de Ração e Transportes Ltda já enviou carta-consulta solicitando incentivo fiscal para se instalar no polo. A expectativa é que cerca de 150 empregos diretos sejam gerados com o novo empreendimento, que deve iniciar a operação ainda este ano.

A produção estimada é de 200 mil litros de etanol de milho por dia, sendo ali também produzidos óleo de milho, ração animal. Haverá produção própria de energia renovável a partir de biogás e placas de energia solar. O empreendimento é tido como de suma importância por também agregar valor a matéria-prima que faz parte da base da economia estadual.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário