A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

26/03/2018 14:30

Peixe encarece 15% na Semana Santa, aponta pesquisa do Procon

Pesquisa do Procon apontou que o valor médio do quilo em 2017 era de R$ 24,28 e este ano o número saltou para R$ 27,89

Guilherme Henri

O preço médio do peixe ficou 15,17% mais caro na Semana Santa neste ano em relação ao ano passado. Pesquisa do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) apontou que o valor médio do quilo em 2017 era de R$ 24,28 e este ano o número saltou para R$ 27,89.

A pesquisa foi divulgada nesta segunda-feira (26) e os fiscais estiveram em 17 estabelecimentos de 7 a 12 de março.

Quem pretende preparar o tradicional bacalhau terá que desembolsar ainda mais este ano. O quilo do peixe sofreu variação de 98% e a lasca de bacalhau variou em mais de 50%.

Segundo Procon, a opção mais barata para quem não quer fugir da tradição é a sardinha. O preço médio do quilo passou de R$ 10,90 em 2017 para R$ 8,56 em 2018, representando uma queda de mais de 20%.

Na pesquisa geral deste ano, o menor preço da sardinha inteira com vísceras foi de R$ 5,49 e o maior de R$ 14,00, representando uma variação superior a R$ 155%.

Mesmo com a queda no preço da sardinha, a variação entre os preços dos peixes para a Semana Santa continua grande, chegando a mais de 200%, como no caso do filé de tilápia. Na embalagem de 1 kg, o menor preço encontrado foi de R$ 12,99 e o maior de R$ 39,99.

O pacu de cativeiro eviscerado foi encontrado a R$ 9,95 e R$ 25,50, respectivamente, com uma variação de mais de 155%.

Serviço - A pesquisa completa, com os preços coletados e endereços dos estabelecimentos, pode ser conferida no site do Procon ou nestes links: Pesquisa de peixes 2018 e Pesquisa de peixes_comparativo_2018.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions