ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 20º

Economia

Pontos de recarga aumentaram, mas carros elétricos ainda têm pouco espaço

Veículo gasta cerca de R$ 0,06 de energia por quilômetro e hibrído recarrega sozinho

Caroline Maldonado | 30/01/2023 15:15
Área de recarga do Kwid elétrico, na concessionária Renault, em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)
Área de recarga do Kwid elétrico, na concessionária Renault, em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)

Engatinhando na transição para o uso de carros híbridos e elétricos, Campo Grande tem, pelo menos, 11 pontos de recarga gratuitos. Eles estão em shopping, hotel, hospital, salão de beleza, concessionárias e lojas que oferecem a carga de cortesia aos clientes para incentivar a adesão aos veículos, que além de sustentáveis são econômicos. O gasto com cada quilômetro rodado é de cerca de R$ 0,06.

Quem tem geração de energia solar em casa economiza ainda mais. O investimento no carro, no entanto, é alto. Veja tudo sobre modelos e preços disponíveis em Campo Grande e o mapa de pontos de recarga.

O aplicativo Plug Share mostra 10 pontos com carregadores públicos. No entanto, a Capital tem pelo menos 11 locais, pois há também um dentro do Hospital Unimed, na Avenida Mato Grosso, com vaga exclusiva para quem tem veículo híbrido ou elétrico.

Carregador e economia

Vaga exclusiva com carregador para carro elétrico, no Hospital Unimed, na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande (Foto: Caroline Maldonado)
Vaga exclusiva com carregador para carro elétrico, no Hospital Unimed, na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande (Foto: Caroline Maldonado)

Em geral, os carros vêm com um carregador portátil, que serve para usar em casa na tomada. Quem quer um mais potente pode comprar a parte, nas concessionárias. Os preços variam de R$ 4 mil a R$ 15 mil.

Pioneiro no uso e na oferta de recarga gratuita aos clientes, o empresário Lindolfo Martin Filho explica como funcionam os carregadores e as vantagens do carro elétrico, que conquistaram toda a família.

Ele conta que seu pai foi o primeiro a ter um modelo desse em Campo Grande. Além de oferecer recarga na loja, ele vende um tipo de carregador que sai por R$ 4,9 mil.

“O carregador que usamos e temos à venda serve para casa e é portátil. Em casa, a pessoa precisa de uma tomada industrial de 32 amperes e um disjuntor. Qualquer eletricista consegue fazer esse serviço. Vale muito a pena. Antes, eu gastava R$ 600 por mês com combustível. Em casa, tenho energia solar, então o custo com a energia para os carros hoje é praticamente zero. Oferecemos a recarga aos clientes como um atrativo para vir à loja e também para motivar o uso do carro elétrico”, comenta Lindolfo.

Empresário Lindolfo Martin Filho mostra ponto de recarga gratuito em frente à loja dele, na Avenida Afonso Pena (Foto: Caroline Maldonado)
Empresário Lindolfo Martin Filho mostra ponto de recarga gratuito em frente à loja dele, na Avenida Afonso Pena (Foto: Caroline Maldonado)

Marcas e Modelos 

Veja detalhes sobre alguns modelos à venda nas concessionárias de Campo Grande que estão na lista dos 36 híbridos e elétricos mais vendidos no Brasil até novembro de 2022, conforme levantamento divulgado pela ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico).

Volvo

No ranking dos elétricos mais vendidos está em primeiro lugar o Volvo XC40 e em quarto o Volvo C40. Ambos estão disponíveis no catálogo digital da concessionária que representa marca em Campo Grande.

Entre os híbridos plug-in, há o Volvo XC90, que é um SUV, com o qual é possível fazer viagens mais longas alternando entre o modo elétrico e híbrido. Tem-se ainda o Volvo XC60 com autonomia elétrica estendida de até 78 km. A assessoria da concessionária não quis informar os valores dos veículos.

Volvo XC40 (Foto: Divulgação/Catálogo Volvo Cars)
Volvo XC40 (Foto: Divulgação/Catálogo Volvo Cars)


Caoa Chery

O gerente de concessionária, Miguel Lustoza, conta que a Caoa vende em Campo Grande os híbridos SUV Tigo 5, Tigo 7 e o Arrizo 6 Pró, que é um sedan de luxo, entre outros. Todos não necessitam de tomadas, pois a bateria se auto regenera.

O mais querido é o híbrido Tigo 8 na versão com sete lugares.

“É um carro de luxo  com muita tecnologia e 5 anos de garantia. Ele sai a partir de R$ 282,9 mil. A autonomia é de 70 km após a carga que dura em média 5 horas na tomada. Ele tem motores elétricos e a combustão. É possível recarregar na tomada de casa, dependendo da potência da fiação ou temos o kit para instalação”, explica Miguel.

Gerente de concessionária, Miguel Lustoza, mostra o híbrido Tigo 8 (Foto: Marcos Maluf)
Gerente de concessionária, Miguel Lustoza, mostra o híbrido Tigo 8 (Foto: Marcos Maluf)

O elétrico é o iCar, um carro urbano com quatro lugares e autonomia de 300 km após a recarga de 4 horas. “É ideal para usar na cidade, mas dá para fazer pequenas viagens. Ele sai a partir de R$ 150 mil”, informa o gerente.

A concessionária planeja instalar, ainda neste ano, dois pontos de recarga gratuitos e abertos ao público geral em frente à loja.

Caoa Chery iCar (Foto: Marcos Maluf)
Caoa Chery iCar (Foto: Marcos Maluf)


Renault 

Na concessionária da Renault os clientes podem conhecer o Kwid elétrico. O gerente Douglas Laranjeira informa que o preço é a partir de R$ 146,9 mil e os interessados podem fazer o teste drive. 

"A autonomia é de 298 km na cidade com a carga total. O diferencial do Kwid de todos os outros elétricos é que ele tem a possibilidade de recarregar em casa, em tomada 220 watts. A recarga leva em torno de 10 horas com o carregador que já vem com o carro", detalha Douglas.

Gerente da concesisionária da Renault, Douglas Laranjeira (Foto: Marcos Maluf)
Gerente da concesisionária da Renault, Douglas Laranjeira (Foto: Marcos Maluf)

Não precisa fazer mudança na tomada de casa, mas é possível investir no carregador Wallbox, que recarrega entre duas e três horas. O carregamento gasta R$ 0,06 por km rodado na conta de energia. Uma carga completa custa de R$ 17 a R$ 20 na conta, já com os tributos inclusos, segundo Douglas.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nissan 

O carro Nissan Leaf está na lista dos elétricos mais vendidos da ABVE. Não tem estoque do veículo para venda em Campo Grande, mas quem quiser pode fazer a compra por pedido, conforme a gerência comercial da concessionária que representa a Nissan.

Nissan Leaf 2023 (Foto: Divulgação/Raviera)
Nissan Leaf 2023 (Foto: Divulgação/Raviera)

Toyota 

A concessionária que representa a marca oferece os híbridos Corolla, um sedan a partir de R$ 193 mil; o Corolla Cross, que sai a partir de R$ 212,6 mil e o Rav 4 por R$ 325,9 mil.

São veículos que não precisam ser recarregados com tomada. O Rav 4 tem um motor a combustão (convencional) e dois motores elétricos. Os três trabalham em conjunto, regenerando a energia quando o motor a combustão é ligado e pela frenagem do carro.

Corolla Cross na concessionária em Campo Grande (Foto: Divulgação)
Corolla Cross na concessionária em Campo Grande (Foto: Divulgação)


BMW 

A concessionária que representa a marca tem diversos veículos elétricos e híbridos à venda na Capital e pede que os interessados consultem os preços de cada modelo diretamente na loja.

Tem os modelos Mini 100% elétricos: Mini Cooper S E 3 portas (BEV) Exclusive; Mini Cooper S E 3p (BEV) Top e Mini S E 3p (BEV) Sport.

Também estão à venda os Mini (PHEV) híbridos: Mini Cooper S E Countryman ALL4 (PHEV) Sport e Mini Cooper S E Countryman ALL4 (PHEV) Top.

Entre os BMW 100% elétricos, há o Novo BMW i4 e Drive 40 MSport; o BMW i4 M50; o BMW iX3 M Sport (XEZ); o BMW iX Xdrive 40i e o BMW iX Xdrive 50i.

Os híbridos BMW (PHEV) são o BMW 330e Msport;  o X3 xDrive 30e Xline e o X5 Xdrive 45e Hibrid M Sport.

 Mini Cooper S E (Foto: Divulgação)
 Mini Cooper S E (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias