A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/01/2011 14:51

Preço de hortifruti na Capital sobe até 33% em três meses, aponta pesquisa

Jorge Almoas

Em três meses, o preço de hortifrutigranjeiros vendidos em Campo Grande chegou a variar mais de 33%, de acordo com pesquisa do Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais) da Anhanguera/Uniderp divulgada nesta segunda-feira.

A pesquisa analisou os preços da alface americana e crespa, beterraba, batata, cebola, cenoura, pimentão e tomate. O levantamento contempla o período de novembro até a primeira quinzena de janeiro.

Em novembro, o consumidor comprava um maço de alface americana por R$ 2,27. No começo de 2011, o mesmo produto custa, em média, R$ 3,02, um aumento de 33%.

No entanto, entre novembro e dezembro, a alface americana subiu 44%, chegando a R$ 3,29.

A segunda maior variação encontrada na pesquisa foi no preço do tomate, que teve aumento de 29,53%.

“Em novembro, o quilo poderia ser encontrado a R$ 2,08, em dezembro, a R$2,23; e na primeira quinzena de janeiro a R$ 2,69”, comenta José Francisco dos Reis Neto, pesquisador do Nepes.

Para adquirir um quilo de cenoura na primeira quinzena de janeiro, o consumidor precisava desembolsar R$ 2,31. Em novembro de 2010, a mesma quantidade do legume saía por R$ 1,86, uma diferença de 24,68%.

O pimentão, a beterraba, a alface crespa, a cebola e a batata também apresentaram queda de preços em dezembro, mas voltaram a subir em janeiro, variando 17,01%, 15,18%, 7,03%, 4,13% e 2,60%, respectivamente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions