ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Preço de ovos de Páscoa varia até 89% nos supermercados, aponta pesquisa

Produto custa entre R$ 65,99 e R$ 124,90, conforme levantamento do Procon

Por Izabela Cavalcanti | 22/03/2024 07:57
Pesquisa foi feita em dez estabelecimentos de Campo Grande (Foto: Alex Machado)
Pesquisa foi feita em dez estabelecimentos de Campo Grande (Foto: Alex Machado)

O preço dos ovos de Páscoa apresentou variação até 89% nos estabelecimentos comerciais de Campo Grande, segundo pesquisa do Procon/MS (Secretaria-Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor). As caixas de bombons tiveram variação de 60,7% e de 24,7% nas colombas.

O levantamento comparou seis marcas de ovos de Páscoa vendidos em dez estabelecimentos da Capital, entre 18 e 20 de março.

“É importante pesquisar em diferentes estabelecimentos, considerando itens como qualidade, peso e preço. Isso ajuda, inclusive, na análise de eventual substituição dos tradicionais ovos de Páscoa por produtos com valores mais atrativos e que caibam no orçamento familiar”, orienta o secretário-executivo do Procon/MS, Angelo Motti.

Ele destaca ainda que produtos licenciados de personagens costumam ter um valor maior, em função do licenciamento da marca.

Produtos - Entre os ovos de Páscoa, a maior variação (89,27%) foi encontrada no produto da Arcor, de 100 gramas, que acompanha brinquedo que distorce a voz. A diferença foi de R$ 65,99 no bairro Santa Fé e R$ 124,90 no Vilas Boas.

A caixa de bombom da marca Garoto, com 250 gramas, teve diferença de 60,7%. O produto foi encontrado a R$ 9,95 em estabelecimento no Jardim São Conrado e a R$ 15,99 na Vila Santa Luzia.

Já no caso das colombas, a da Bauducco com gotas de chocolate (400 gramas) teve variação de 24,73%, sendo comercializada por R$ 18,80 na Vila Santo Antônio e R$ 23,45 na Vila América.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias