A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/10/2013 14:59

Preço sobe acima da inflação, mas venda de panetone pode crescer 15%

Mariana Lopes
Panetone da Bauducco está a venda a R$ 15,30, enquanto no mesmo período de 2012, o produto custava R$ 14,90 (Foto: Cleber Gellio)Panetone da Bauducco está a venda a R$ 15,30, enquanto no mesmo período de 2012, o produto custava R$ 14,90 (Foto: Cleber Gellio)

Faltando ainda mais de dois meses para o Natal, as redes de supermercados de Campo Grande antecipam as vendas de panetones e esperam aumento de até 15% em relação ao período do ano passado. Contudo, o produto veio com reajuste no preço acima da inflação em algumas lojas.

De acordo com IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a inflação oficial acumulada nos últimos 12 meses é de 5,84%. Nos supermercados da Capital, o panetone chegou às prateleiras neste ano com reajuste de até 8%.

Segundo o gerente de operações do Comper, Raimundo Batista, panetone da Bauducco, por exemplo, custava R$ 14,90 no ano passado, e em 2013 o mesmo produto está por R$ 15,30, o que representa um reajuste de 2,68%.

A rede Comper, a maior de supermercados de Campo Grande, começou a vender o panetone aproximadamente 10 dias antes do que no ano passado. A estratégia, segundo Batista, é para reforçar a exposição do produto, que chegou às lojas antes mesmo da retirada das promoções para o Dia das Crianças.

Apesar de o preço estar mais alto, a rede aposta que a venda também deve subir neste ano. Conforme informações do gerente de operações, a rede fez pedido de 15% a mais de panetone, em relação a 2012.

Na rede de hipermercado Extra, panetones de várias marcas já estão expostos pelas prateleiras. Segundo a assessoria de imprensa, a expectativa é de vender até 11% a mais do produto em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o comprador da rede campo-grandense de supermercados Pires, Marcos dos Santos, o panetone deve chegar às lojas daqui a 15 dias ainda, com reajuste de pelo menos 8% sob o valor do produto em relação ao ano anterior.

O comprador da rede Pires afirma que o volume do panetone não foi alterado em relação ao pedido feito em 2012. Por se tratar de um produto sazonal, ele explica que preferiram manter a quantidade a ter sobras no estoque.

Começa contratação de 4 mil temporários para comércio da Capital
Com a proximidade do fim do ano, tem início a contratação de funcionários temporários para atuar no comércio. A expectativa é que 4 mil vagas sejam g...
Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...


Eu nem compro isso mais... Custava algo em torno de 7 reais, e agora está 15.. Não sou trouxa.
 
André Campos em 29/10/2013 21:07:38
O panetone é apenas pão com frutas ou chocolate, por que não pode ser vendido o ano todo? Mero projeto de vendas, como pode se supor que o consumo aumentará?
 
João Dias em 15/10/2013 21:24:09
Isso tudo é mentira, conversa do comércio para impulsionar vendas, fingir que o consumo está bom. O panetone está cada ano mais caro, e todo ano vemos sobrar aquele monte nos mercados,e depois ficam desesperados fazendo promoções. Chega carnaval ainda tem panetone sendo vendido. O povo compra os mais baratos, de marcas próprias, e as marcas mais caras ficam encalhadas. Nada justifica o preço que colocam em panetones, ovos de páscoa. E o comércio tenta empurrar sem sucesso.
 
rafael santos em 15/10/2013 17:41:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions