A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

02/02/2015 16:44

Preferido do brasileiro, feijão varia 225% e custa até R$ 5 em Dourados

Pesquisa mensal feita nesta segunda mostra que preço médio da cesta básica varia 47% na 2ª maior cidade de MS

Helio de Freitas, de Dourados

O feijão, que junto com o arroz forma o prato mais tradicional do brasileiro, tem variação de 225% nos mercados de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Pesquisa feita hoje pelo Procon em dez estabelecimentos da cidade revela que o quilo de feijão pode ser comprado de R$ 1,59 a R$ 5,18. O menor preço é praticado em uma loja de rede nacional enquanto o maior foi encontrado em um mercado da periferia.

Apesar da grande diferença, o feijão ocupa a sexta posição na lista de produtos campeões em variação de preços. Em primeiro lugar aparece o papel higiênico. O pacote com quatro unidades custa R$ 1,22 e o mais caro é vendido por R$ 5,56 – variação de 355,74%.

Outro produto muito comum na cozinha, o alho, varia 232,83%. O pacote de 200 gramas pode ser comprado por R$ 1,98 no supermercado que funciona no Shopping Avenida Center e por R$ 6,59 em um hipermercado de rede nacional.

Conforme o Procon, foram encontrados 16 produtos com diferença superior a 100% entre o estabelecimento com menor e maior preço. Entre esses produtos estão extrato de tomate, goiabada, macarrão, margarida e sal.

O preço médio da cesta com 28 itens tem variação de 47% entre os supermercados em que a pesquisa foi feita. A mais barata custa R$ 80,30 no mercado do shopping e a mais cara R$ 118,17 em uma loja de rede nacional. Em comparação a pesquisa realizada em dezembro, o valor médio da cesta básica teve alta de 0,5%.

A pesquisa completa pode ser solicitada ao Procon pelo telefone (67) 3411-7754 ou pelo e-mail procon@dourados.ms.gov.br.

Preço do feijão apresenta variação de 225% e quilo do produto custa de R$ 1,59 a R$ 5,18 (Foto: Eliel Oliveira)Preço do feijão apresenta variação de 225% e quilo do produto custa de R$ 1,59 a R$ 5,18 (Foto: Eliel Oliveira)
Governo suspende benefícios fiscais de quatro empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul suspendeu incentivos fiscais de quatro empresas, conforme divulgado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, d...
Estado concede e prorroga benefícios fiscais a 12 empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul relacionou 12 empresas que vão receber e as que terão a continuidade de benefícios fiscais do Estado. A decisão está ...
Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios
O Ministério da Fazenda autorizou, pela segunda vez este ano, o aumento das tarifas cobradas pelos Correios. Na edição de hoje (18) do Diário Oficial...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions