ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  28    CAMPO GRANDE 28º

Economia

Prorrogado 2 vezes, cidadão aproveita último dia de Refis que rendeu 83 milhões

Quem quiser pagar dívidas à vista tem direito a desconto de 100% nos juros e multas

Por Anahi Zurutuza e Bruna Marques | 15/09/2020 12:45
Central do IPTU, na Rua Arthur Jorge, onde contribuintes podem negociar débitos com a prefeitura (Foto: Henrique Kawaminami)
Central do IPTU, na Rua Arthur Jorge, onde contribuintes podem negociar débitos com a prefeitura (Foto: Henrique Kawaminami)

Desde 1º de junho, quando foi lançado o Refis da Saúde, programa de negociação de débitos com a Prefeitura de Campo Grande com o objetivo de arrecadar recursos para o controle da pandemia do coronavírus na Capital, R$ 83,5 milhões encheram os cofres municipais, R$ 16,7 milhões desde a última prorrogação.

O balanço foi divulgado pelo secretário municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, nesta terça-feira (15), o último dia para o contribuinte conseguir até 100% de desconto em juros e multas para ficar em dia com o fisco municipal. O balanço final só será divulgado amanhã, já que hoje, os devedores ainda aproveitam para fechar as negociações.

Edileusa Francelina conta que juntou dinheiro para pagar IPTU atrasado à vista (Foto: Henrique Kawaminami)
Edileusa Francelina conta que juntou dinheiro para pagar IPTU atrasado à vista (Foto: Henrique Kawaminami)

A trabalhadora autônoma, Edileusa Francelina Alves, de 53 anos, deixou para procurar a Central do IPTU só hoje, mas afirma que estava trabalhando para juntar o dinheiro e fazer o pagamento à vista. “Foi rápido. Cheguei às 11h10 e às 11h25 já tinha finalizado a minha negociação. Tinha o IPTU de 2019 e a taxa de lixo de 2018 em atraso, mas consegui pagar sem juros e multa. Eu achei o desconto ótimo, justo, é a oportunidade de estarmos em dia com nossas dívidas”.

A aposentada Magda Sueli de Oliveira, 68, também resolver quitar hoje os impostos de 2018 e 2019. Se fosse pagar com juros, teria de desembolsar R$ 3,2 mil, mas conseguiu quitar o débito por R$ 1.496. “Achei esse desconto excelente. Só não paguei antes porque não tinha o dinheiro”.

Ela elogiou também o fato dos recursos serem destinados a investimentos na saúde. “Muito importante, os postos estão um caos”.

Condições – O Refis foi lançado no dia 1° de junho, para receber contribuintes até 3 de julho. Após acordo entre prefeito Marquinhos Trad (PSD) e vereadores, o prazo foi estendido até 5 de agosto. A segunda prorrogação foi aprovada pela Câmara no dia 11 de agosto.

Só não podem ser negociadas dívidas com o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) de 2020 e multas de trânsito em atraso. Mas, quem pagar à vista terá desconto de 100% nos juros e multas.

Já para seis parcelas, o desconto cai para 75%. A terceira opção são 12 (parcelas), com benefício de 30% (desconto).

Regras de comentário