A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

03/08/2018 09:30

Quilo do pão francês sobe 10% e passa a custar R$ 14,02 em MS

Setor vinha sofrendo com as altas sucessivas nos preços do dólar e do trigo argentino

Ricardo Campos Jr.
Funcionário de padaria mostra pães recém-assados: produto teve alta de 10% desde 1º de agosto (Foto: divulgação/Fiems)Funcionário de padaria mostra pães recém-assados: produto teve alta de 10% desde 1º de agosto (Foto: divulgação/Fiems)

O mês de agosto trouxe junto consigo alta de 10% no quilo do pão francês em Mato Grosso do Sul. Cálculo feito pelo Sindepan (Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado) aponta que a partir do dia 1º o peso do produto saltou R$ 12,50 para R$ 14,02.

A entidade, que representa os estabelecimentos desse ramo na Capital e em Três Lagoas, afirma que o setor vinha sofrendo com as altas sucessivas nos preços do dólar e do trigo argentino (principal matéria-prima), mas acabou não resistindo às incertezas causadas pelo tabelamento do frete, resultado da greve dos caminhoneiros.

Nos últimos 12 meses, os empresários reduziram a margem de lucro em cinco pontos percentuais para não repassar as altas aos consumidores.

A intenção do Governo Federal é nivelar por cima os valores mínimos pelo transporte de cargas no país, conforme exigiram os grevistas. A medida foi aprovada pelo Congresso e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) chegou a publicar uma tabela preliminar, que foi questionada na Justiça.

Mesmo assim, segundo o Sindepan, a maioria dos fretistas já começou a incorporar os novos preços.

Uma audiência pública foi marcada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) para o dia 27 de agosto entre representantes do setor produtivo e dos caminhoneiros.

A CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) defende um preço mínimo a ser praticado, já a CNI (confederação da indústria) e a CNA (da agricultura) propõem uma tabela com preços de referência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions