A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

21/10/2016 10:46

Reajuste de IPTU e passagem de ônibus será de até 8,78%, diz Bernal

O índice corresponde à inflação acumulada no ano, calculado pelo IPCA

Mayara Bueno e Richelieu de Carlo
Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). (Foto: Alcides Neto)Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). (Foto: Alcides Neto)

O IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano) e a passagem do transporte coletivo terão reajuste de 8,78%. Nesta sexta-feira (21), o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não citou especificamente este percentual, mas afirmou que os percentuais serão definidos “de acordo com os índices inflacionários”.

Questionado sobre a questão, o prefeito disse que não haverá aumento, ou seja, aplicação de índice superior ao da inflação. “Isso (dizer que haverá aumento) é ataque da oposição. Será só reajuste para IPTU e transporte”. O que ele aplicará, afirma, é o índice inflacionário do período.

Os 8,78% corresponde à inflação acumulada no ano, calculado pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial) e divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A correção prevista para o ano que vem é menor que em 2016, quando a prefeitura da Capital atualizou o IPTU em 9,57%.

Caso o reajuste do IPTU for mesmo definido conforme o índice inflacionário, a proposta não precisará do aval dos vereadores para entrar em vigor em 2017. A legislação prevê que, quando o reajuste fica abaixo da inflação, o Executivo pode determinar o percentual através de decreto.

* texto editado às 11h34 para correção de informação; o prefeito não citou o percentual de 8,78%, mas afirmou que o reajuste do IPTU será dentro dos índices inflacionários



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions