A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

25/01/2009 08:57

Relatório mostrará como a crise afetou a economia de MS

Redação

O CMC (Comitê de Monitoramento da Crise) terá amanhã a primeira reunião do ano, na Fiems, e divulgará o relatório que aponta quanto a crise financeira mundial afetou as indústrias e o comércio de Mato Grosso do Sul.

O Radar Industrial, como é chamado o estudo, verificou o comportamento desses setores no período compreendido entre o fim do ano passado e início deste ano. No caso das indústrias, a sondagem verificou como o setor foi afetado pela crise financeira mundial e se o empresário acredita que a recuperação ocorrerá no primeiro ou segundo semestre deste ano ou somente em 2010.

Também questiona se ocorreu redução do número de funcionários, se existe previsão para voltar a contratar e, caso haja, quando o industrial pretende realizá-la e em que quantidade, sendo que para aqueles que realizaram ou realizarão demissões qual o montante em relação ao quadro atual. Foi analisado o comportamento em relação às vendas sobre igual período do ano anterior e o comportamento em relação às vendas para os próximos três meses contra igual período do ano anterior.

Outro ponto abrangido foi o alcance de medidas anti-crise já adotadas, como prorrogação para o recolhimento de impostos, redução e isenção de alíquotas. No caso do comércio, a sondagem também verificou como o setor foi afetado pela crise e se o lojista acredita que a recuperação ocorrerá no primeiro ou segundo semestre deste ano ou somente em 2010.

Por outro lado, foi avaliada a contratação de funcionários temporários no fim de 2008 e, quando ocorreu, se houve efetivação desses empregados. O lojista ainda foi indagado se houve aumento ou redução do quadro de funcionários efetivos, se existe previsão para voltar a contratar e, no caso de resposta afirmativa, se as contratações serão em função de alguma data ou evento específico. Outra questão levantada na sondagem comercial é se serão realizadas demissões e em que percentual do quadro atual.

Ainda junto ao setor comercial foi levantada se ocorreram aumento ou redução da inadimplência de clientes, qual o comportamento em relação às vendas sobre igual período do ano anterior e qual a previsão em relação às vendas para os próximos três meses contra igual período do ano anterior.

Recentemente o setor produtivo pediu mais apoio do governo estadual. Dentre as medidas pleiteadas estão a prorrogação do prazo para recolher o IPVA, articulação junto das prefeituras, no mesmo sentido, quanto ao IPTU e incentivo fiscal aos que mantiverem o nível de empregos durante a crise.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions