ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 13º

Economia

Sem filas, contribuintes aproveitam descontos para refinanciar dívidas

Renegociação está sendo feita das 8h até às 16h, na Central de Atendimento da Prefeitura

Por Leonardo Rocha e Miriam Machado | 10/09/2018 10:30
Central da Prefeitura está aberta para renegociar dívidas (Foto: Miriam Machado)
Central da Prefeitura está aberta para renegociar dívidas (Foto: Miriam Machado)

A Central de Atendimento da Prefeitura de Campo Grande começou movimentado nesta segunda-feira (10), recebendo os contribuintes que desejam renegociar suas dívidas com o município, dispondo de até 90% de desconto nos juros para quitar os débitos. O atendimento está sendo rápido, por isso não chega a gerar fila no local.

De acordo com a organização, já tinha 15 pessoas na fila antes de começar o atendimento, que inicia 8h e segue até às 16h, na Rua Arthur Jorge, 500, ao lado da prefeitura municipal. O prazo para renegociação vai até 31 de outubro de 2018. A meta é arrecadar R$ 25 milhões com o Refis (Programa de Refinanciamento).

A dona de casa, Aparecida de Souza, de 50 anos, foi ao local para tentar resolver o impasse da casa da sua mãe, Maria de Lourdes Lima, 70, que está devendo IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). “Ela verificou que no pagamento à vista pode economizar até R$ 5 mil para quitar a dívida. Por isto vai tentar juntar a família para conseguir o valor”. A dívida acumulou após sete anos sem pagar o imposto.

A promotora de vendas Amires Oliveira, 30, também foi renegociar dívidas de uma casa pertencia a sua mãe. “Como ela faleceu, a residência está em inventário. Nós alugamos para terceiros, que não fizeram o pagamento do IPTU. Precisamos regularizar para depois conseguirmos vender”, descreveu ela.

Já Josimar Gomes de Araújo, 38, vai quitar a dívida (IPTU) de um terreno que comprou em 2013, que o antigo proprietário não pagou nos anos anteriores. Contando os juros o valor já estava em R$ 2.172,00, mas com o desconto irá ficar R$ 1.356,00. “Ficou vantajoso e ainda vou abater no que preciso pagar pelo terreno”.

Formas de pagamento - Em setembro, o desconto será de 90% nos juros para quem pagar à vista e, em outubro, o abatimento será de 85%. Quem pagar parcelado ou reparcelar, em até seis vezes, terá 75% de desconto dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa para pagamento até 30 de setembro de 2018 e 70% para pagamento até 31 de outubro de 2018.

Em até 12 vezes, serão concedidos os seguintes benefícios fiscais: desconto de 30% dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa para pagamento até 30 setembro de 2018; desconto de 25% dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa, para pagamento até 31 outubro de 2018.