A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

02/08/2017 15:15

Sindicato pede investigação de entrada irregular de gasolina boliviana em MS

Conforme áudio, caminhão da Bolívia teria descarregado combustível em Campo Grande

Osvaldo Júnior
Veículo sendo abastecido; gasolina da Bolívia estaria entrando irregularmente no Brasil (Foto: Divulgação)Veículo sendo abastecido; gasolina da Bolívia estaria entrando irregularmente no Brasil (Foto: Divulgação)

O Sinpetro-MS (Sindicato Varejista de Derviados de Petróleo e Lubrificantes de MS) protocolou ofício na Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), pedindo investigação sobre a entrada ilegal de combustível boliviano em Mato Grosso do Sul. A solicitação ocorre depois de circulação em redes sociais de áudio anônimo sobre abastecimento de gasolina, feito por um caminhoneiro boliviano em Campo Grande.

No áudio, o denunciante, que também seria um caminheiro, afirma ter visto em um posto, em Miranda, um caminhão tanque da Bolívia. Ele teria perguntado ao condutor desse veículo se estaria transportando gasolina de Senador Canedo (GO) ao país vizinho, o que é permitido. O caminhoneiro boliviano, que seria de Puerto Quijarro, contou que descarregara a gasolina em Campo Grande e estaria retornando a seu país apenas “pra trocar nota”.

Antes do pedido de investigação ao governo, o Sinpetro-MS procurou o sindicato similar de Senador Canedo. “Eles nos disseram que não há registro, pelo menos nos últimos três meses, de situação desse tipo”, afirmou o gerente executivo do Sinpetro-MS, Edson Lazaroto, referindo-se à prática mencionada no áudio.

O Sinpetro entendeu, por bem, solicitar investigação do governo, conforme Lazaroto. Ofício neste sentido foi encaminhado ontem ao superintendente de Administração Tributária da Sefaz, Lauri Luiz Kener.

O Campo Grande News procurou o governo estadual para verificar se ocorrerá a investigação e outras informações sobre essa operação, mas, até então, não houve respostas.

Irregularidade nas ruas bolivianas – Veículos com placas do Brasil não podem abastecer na Bolívia. No entanto, conforme apurado pelo Campo Grande News, é comum a venda deliberada nas ruas boliviana de gasolina aos brasileiros. “Diversos bolivianos, inclusive crianças, vendem gasolina em galões para os brasileiros”, contou uma fonte, de Corumbá.

 Ainda de acordo com essa fonte, a gasolina boliviana não tem mistura de etanol anidro. “É gasolina pura. Então, o que muitos brasileiros fazem é o seguinte: abastecem com pouco de etanol no Brasil e completam o tanque com gasolina boliviana no outro lado da fronteira”, detalhou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions