ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 16º

Economia

Termelétrica de MS participa de leilão de energia e pode ampliar mercado de gás

Usina tem uma capacidade geração de 350 MW de energia e é uma das 13 usinas a gás natural, pertencentes à Petrobras

Por Rosana Siqueira | 10/03/2020 09:40
Usina térmica de Três lagoas produz 350 megawatts de energia. (Agência Petrobras)
Usina térmica de Três lagoas produz 350 megawatts de energia. (Agência Petrobras)

A Usina Termelétrica Luís Carlos Prestes (UTE Três Lagoas) foi inscrita pela Petrobras no leilão de energia existente A4 e A5/2020, da EPE (Empresa de Pesquisa Energética). A UTE Três Lagoas tem uma capacidade geração de 350 MW de energia elétrica e é uma das 13 usinas a gás natural, pertencentes à estatal, inscritas no leilão, marcado para 30 de abril. A medida abre uma perspectiva de elevação nas importações de gás natural da Bolívia e impacto significativo na arrecadação de ICMS em Mato Grosso do Sul.

A avaliação é do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar que alega que parque termelétrico da estatal faz parte do atual plano desempenho no leilão de termelétricas existentes para iniciar a modelagem de venda de seus ativos de geração térmica. O parque termelétrico da estatal faz parte do plano de desinvestimentos da companhia, que prevê levantar de US$ 20 bilhões a US$ 40 bilhões.

“Essa é uma definição estratégica importante da Petrobras. A estatal continua com o programa de desinvestimento de toda a área de gás, por isso, a partir do momento em que a empresa inscreve a UTE Três Lagoas em leilão e venha a ser vencedora do certame, isso vai garantir o fornecimento de gás natural por 15 anos, com impacto significativo na arrecadação de ICMS. Além disso, essa situação a torna mais atrativa no processo de desinvestimento e venda desse ativo”, comentou Verruck.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário