A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/01/2011 15:39

Tratamento estético conquista novo público pelo baixo preço e facilidades

Jorge Almoas

Uso de gás carbônico, vibração e até chocolate emagrecedor são tendências do setor

A busca por um corpo perfeito – a tão falada “ditadura da beleza” – se torna ainda mais evidente no Verão, quando as pessoas se expõem mais e querem exibir a silhueta enxuta, bronzeada, sem manchas ou excessos.

As clínicas de estética viveram um “boom” de clientes no final do ano, com as festas de Natal, Réveillon e as férias na praia. Agora, com o Carnaval apenas em março, homens, e principalmente mulheres, ganham mais tempo para cuidar do corpo e corrigir o que acreditam que não pode ser exibido em bermudas, shorts e biquínis.

Massagens, óleos e cosméticos reduzem medidas e atraem público (Foto: João Garrigó)Massagens, óleos e cosméticos reduzem medidas e atraem público (Foto: João Garrigó)

Em Campo Grande, a facilidade para conseguir o tratamento mais moderno a um preço mais acessível lota as agendas das clínicas. Tratamentos com gás carbônico, plataformas vibratórias e (acredite!) chocolate que emagrece atraem curiosos e pessoas dispostas a pequenos sacríficios físicos e financeiros para ficar com o corpo de capa de revista.

Osmar Santos Junior, fisioterapeuta e gerente de uma clínica especializada em emagrecimento, conta que o público da estética ainda é preferencialmente feminino. “Digamos que esteja 80% mulher e 20% homem. Isso se explica porque elas se preocupam mais e eles estão perdendo o medo e o preconceito”.

Junior avalia que o conceito de estética tem mudado e que as pessoas, em 90% dos casos, buscam aliar melhorias na saúde com a compensação da beleza. “As pessoas querem qualidade de vida, querem estar bonitas e saudáveis, não importa o preço para isso”.

Com tratamentos que variam de R$ 60,00 a R$ 6.000,00, a estética deixou seu caráter elitizado e está atingindo novas camadas sociais, incluindo a nova classe média, que não se opõe a parcelar em inúmeras vezes uma depilação a laser (ao custo médio de R$ 4.000,00).

Pregada com a preferência nacional, o bumbum conquista tratamentos exclusivos no ramo. Junior cita uma plataforma vibratória que faz parte de um tratamento chamado Ultra Tonis, que enrijece e contrai a musculatura dos glúteos. “Muitos dos aparelhos de hoje são melhoria ou associações de técnicas antigas”, comenta o fisioterapeuta, citando o famoso pilates, que une técnicas de RPG (correção postural) com uso de elásticos.

Sites de compra coletiva são febre para conseguir descontos em clínica de estéticaSites de compra coletiva são "febre" para conseguir descontos em clínica de estética
 Tratamento estético conquista novo público pelo baixo preço e facilidades

Pouca dor para perder medidas – O Carnaval, oficialmente, será no dia 8 de março. Até lá, dietas “miraculosas” e toda sorte de tratamento com efeito muito rápido são a bola da vez. Na clínica em que Kabiane Souza Santos gerencia, o grande atrativo é o tratamento de carboxiterapia.

“São pequenas agulhas que injetam gás carbônico diretamente na gordura localizada. Uma pessoa chega a receber 20 agulhadas por sessão, mas percebe, a partir da terceira aplicação, uma redução significativa de medidas”, relata Kabiane.

Um tratamento com dez sessões de carboxiterapia custa, em média, R$ 700,00. “Há clientes que fecham pacotes com muitos tratamentos e não se importam de pagar o que for. Tenho cliente que ganha salário mínimo, mas faz carboxi”, conta a gerente.

Na clínica Via Bella, muitos homens procuram o tratamento com gás carbônico para perder a famigerada “barriguinha de chope”. “As mulheres, como são mais tolerantes a dor, não se importam. Mas quem não tolera agulha, prefere outros tratamentos”, diz Kabiane. A carboxiterapia é realizada no músculo dos braços (aquele do tchau), abdômen, interno da coxa

Ela acrescenta que a idade da clientela tem diminuído. “Antes a faixa era de mulheres dos 30, 40 anos, procurando corrigir. Hoje, são meninas de 14, 15 anos, que estão se prevenindo”, diz. Tratamentos mais popularizados, como peeling e limpeza de pele, baratearam o custo e são menos procurados. “O público quer novidade”, frisa Kabiane.

Comer para emagrecer - E na clínica de Milena Gunther, a novidade tem sabor e público cativo. Com uma técnica que combina agentes minerais que agem de dentro para fora, a clínica vende um chocolate que promete emagrecer.

“A fórmula do chocolate emagrecedor tem fibra de feijão, que detona a gordura”, garante Milena, que não revela o valor do chocolate.

“As pessoas querem, em sua maioria quando procura uma clínica, perder peso e modelar o corpo. As massagens definidoras associadas à drenagem realizam este serviço. Mas o chocolate, que além de gostoso emagrece, é a bola da vez”, diz a gestora da Oligoflora.

Outro tratamento bastante procurado é a lipo natural. Com o uso das mãos, produtos e massagens (com oligoelementos), uma pessoa reduz até 70% das medidas em 15 sessões. “Pagar não é problema. As pessoas querem resultado”, cita Milena.

No ano passado, a clínica realizou promoção em site de compra coletiva. “Foi um sucesso. Queria vender 40 tickets e vendemos mais que o dobro. Isso facilita o pagamento, por ser mais barato e prático”, explica.

A procura nas clínicas deve se intensificar a partir do final de janeiro. A orientação, em todos os casos, é para que seja feita avaliação com médicos ou fisioterapeutas sobre os tratamentos mais adequados para cada caso. E, se o dinheiro não for problema, conseguir o corpaço para exibir no Carnaval. E tentar mantê-lo até a Páscoa.



Gostaria de saber se vocês trabalham com pacote pra flacidez da area abdominal e os valores.
Grata
Reny
 
Reny lucas da Silva em 29/12/2013 14:24:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions