A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

08/07/2014 14:33

Turismo é o craque do Brasil na Copa e deve continuar após evento

Jean Sampaio

A Copa do Mundo FIFA 2014 começou desacreditada. Pelas ruas, vozes anunciavam que ela nem aconteceria, que os estádios não ficariam prontos, que não daria certo, que a estrutura brasileira não iria suportar a invasão gringa para ver os jogos do mundial. Foi sob essa perspectiva que os números começaram a contradizer qualquer pessimista.

Aproximadamente 3 milhões de ingressos foram vendidos e, mesmo com o evento chegando ao fim, o mercado de turismo brasileiro ainda tem uma boa expectativa para o último final de semana do evento, os dias 12 e 13 de julho. Só no Rio de Janeiro, para a final, espera-se receber 400 mil estrangeiros e 450 mil turistas nacionais. Entretanto, não é só do turismo em solo nacional que os números cresceram.

Alguns brasileiros preferiram sair do país durante a Copa. Aproveitando ofertas e um mercado fervendo, os viajantes brasileiros lotaram seus principais destinos. No topo da lista dos mais procurados por turistas tupiniquins está a capital da Argentina, Buenos Aires. Com a desvalorização da moeda argentina, o turismo lá custa menos e pode ser uma ótima opção de passeio a dois, com a Rosedal dos Bosques de Palermo, os cafés na Recoleta, a paisagem e gastronomia do Puerto Madero, por exemplo.

Outro destino invadido por brasileiros são os Estados Unidos. Sendo mais preciso, brasileiros querem saber mesmo é de fazer compras em Miami e aproveitar ao máximo a estadia em parques como o waltdisney world. A viagem fica completa se a família de turistas tirar um tempo para visitar o Fort Lauderdale, que fica a cerca de 40 km de Miami e reserva belezas paradisíacas.

Air France – KLM investe em mudanças para continuar crescendo no Brasil
A companhia aérea Air France-KLM continua com o trabalho de expansão em território brasileiro. Criando força no nordeste, principalmente depois do la...
Influenciado por disputa comercial, dólar abre em alta de 0,96%
O dólar abriu hoje (19) em alta de 0,96%, cotado a R$ 3,7758, às 10h, influenciado por novas notícias da disputa comercial entre os Estados Unidos e ...
IGP-M acumula inflação de 6,8% em 12 meses na prévia de junho
O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou inflação de 1,75% na segunda prévia de junho. Segun...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions