A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/05/2010 15:03

União admite reajuste para aposentados superior a 6,14%

Redação

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse há pouco que o governo poderá aceitar reajuste um pouco maior do que os atuais 6,14% para os aposentados que recebem mais de um salário mínimo por mês. "Se houver alguma coisa, um pouquinho a mais (que os 6,14 %) o presidente Lula vai analisar e eventualmente pode aceitar".

"Agora quero dizer com tranquilidade que esse campeonato para ver quem é melhor, quem dá um índice maior, nós não podemos entrar nisso não", afirmou Bernardo ao se referir a proposta da oposição e de alguns parlamentares da base aliada de reajustar em 7,71%.

De acordo com o ministro, os aposentados já tiveram uma boa proposta do governo na Medida Provisória 475, que reajusta os benefícios em 6,14 %, ou seja 2,6 % a mais que a inflação. "Nós estamos mantendo essa proposta. Isso significa para este ano um impacto de R$ 3 bilhões a mais nas nossas contas. Nós não temos condições de oferecer mais do que isso".

O ministro disse que não sabe qual será o reajuste aprovado pelo Congresso Nacional, mas defendeu que será preciso aprovar um índice que não quebre o sistema previdenciário. "Temos que fazer uma coisa que garanta que a Previdência seja sustentável não apenas neste ano, mas nos próximos anos". De acordo Bernardo, Lula já disse que se o Congresso aprovar um índice que "exorbitar muito" o acordo firmado de 6,14 % ele (Lula) vai vetar.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions