A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/10/2011 10:42

Valorização de produtos agrícolas impulsiona ganhos da atividade, diz IBGE

Carolina Gonçalves, da Agência Brasil

A valorização dos produtos agrícolas no mercado externo impulsionou os ganhos da atividade em 2010, quando a agricultura brasileira alcançou o valor de R$ 154 bilhões em negócios. Os dados fazem parte do levantamento Produção Agrícola Municipal (PAM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado hoje (26), no Rio de Janeiro.

A pesquisa considera informações sobre 64 produtos de 5.490 municípios. De acordo com o IBGE, mesmo mantendo praticamente estável, há três anos, o tamanho da área plantada, a agricultura brasileira vem apresentando evolução dos números, tanto em valor quanto em volume produzido.

O valor da produção obtido no ano passado, segundo o PAM, por exemplo, foi 8,9% superior ao obtido em 2009. Segundo o IBGE, os investimentos no setor e o uso de novas tecnologias foram os principais fatores responsáveis por este cenário, além da influência do comércio internacional, tanto sob o aspecto do aumento de demanda, quanto de redução da oferta de alguns produtos, que explica a elevação de preços no mercado.

Entre todos os produtos pesquisados, os que tiveram maior peso no balanço do setor foram: o café, que, além do crescimento de 34,4% no valor da produção, ainda apresentou uma elevação de 19,1% na produção nacional, e a cana-de-açúcar, que teve incremento de 14,9% no valor e de 3,7% no volume produzido.

O incremento do valor da cana-de-açúcar fez, inclusive, com que a participação desse produto passasse a representar 18,4% do valor total obtido por todo setor no ano passado (em 2009, a cana-de-açúcar respondia por 17% do total). A cana-de-açúcar, o milho e a soja respondem, juntas, por 52,5% do valor alcançado por toda a produção agrícola do país.

Mesmo mantendo-se como as principais culturas em relação ao valor total obtido pela agricultura brasileira, em 2010, tanto a soja quanto o milho tiveram sua participação reduzida no ano passado. No caso da soja, a redução de preços foi a principal razão apontada pelo IBGE para explicar a queda da participação do produto no valor total da produção, que passou dos 27% em 2009 para 24,2%, em 2010. O milho, que representava 10,7% do valor total da produção agrícola no país em 2009, passou a responder por 9,9% no ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions