ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Educação e Tecnologia

Alunos confiam em novo Pé de Meia para garantir faculdade e pôr comida na mesa

Incentivo financeiro para estudantes do Ensino Médio foi aprovado pelo Governo Federal nesta terça-feira (16)

Por Idaicy Solano | 17/01/2024 13:06
A estudante Flavielly Murer, de 15 anos, contou para a reportagem que irá guardar o dinheiro para faculdade (Foto: Idaicy Solano)
A estudante Flavielly Murer, de 15 anos, contou para a reportagem que irá guardar o dinheiro para faculdade (Foto: Idaicy Solano)

Para os alunos que vão iniciar o Ensino Médio em 2024, o incentivo financeiro aprovado pelo Governo Federal nesta terça-feira (16) pode significar a garantia de, no futuro, ter condições de ingressar em uma universidade e até mesmo colocar comida na mesa.

Por dentro da novidade, a estudante Flavielly Murer, de 15 anos, revelou que se conseguir a bolsa, pretende guardar boa parte da quantia para investir na faculdade de Psicologia.

Eu pretendo, quando terminar [o ensino médio], já engajar numa faculdade, porque vai ter um bom dinheiro já para pagar muitos meses [de mensalidade]”, diz Flavielly.

Para Flavielly, a bolsa vai ser de grande ajuda, principalmente para evitar abandonar os estudos no meio do caminho. “Com certeza vai ajudar muito! Tem muita gente desistindo dos estudos, mas acho que agora com isso muita gente vai resolver continuar”.

Thiago de Andrade, de 16 anos, também vai começar o Ensino Médio este ano. Apesar de ainda não saber os detalhes sobre como conseguir a bolsa, menciona que a ajuda seria bem-vinda para custear os campeonatos de vôlei. “Eu sou jogador de vôlei, então guardaria para investir no atletismo. Preciso trocar de tênis uma vez por ano, ir aos campeonatos”.

O estudante Marcos Vinicius da Silva, de 15 anos, também vai começar no 1° ano do Ensino Médio este ano. Diferente de Flavielly, o adolescente ainda não estava sabendo sobre o auxílio, mas revela que a ajuda seria bem-vinda, principalmente para a família.

Poderia ajudar com um celular novo, colocar comida dentro de casa. [A bolsa] É bom, dá um incentivo a mais para você querer ir na escola, continuar estudando, pelo menos até um certo ponto”, opina Marcos.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

'Pé de Meia' - Foi sancionada pelo Governo Federal nesta terça-feira (16) a Lei nº 54, de 2021, que estabelece um incentivo financeiro para estudantes do ensino médio público.

Serão beneficiados jovens de baixa renda regularmente matriculados no Ensino Médio na rede pública e com a família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda per capita mensal igual ou inferior a R$ 218.

No caso de educação para jovens e adultos, podem receber o benefício quem está na faixa etária de 19 a 24 anos.

Para ter acesso ao benefício, o aluno precisará ter frequência mínima, garantir a aprovação ao fim do ano letivo e fazer a matrícula no ano seguinte, quando for o caso.

A regra também exige participação no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), para aqueles matriculados na última série do Ensino Médio, nos exames do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) e nos exames aplicados pelos sistemas de avaliação externa dos entes federativos para a etapa do Ensino Médio.

O depósito será feito em uma conta em nome do aluno. A conta poderá ser uma poupança social digital. A poupança não será considerada no cálculo da renda familiar para a concessão ou recebimento de outros benefícios.

O valor da bolsa ainda será definido pelos ministérios da Educação e da Fazenda.

Movimentação de alunos em escola estadual de ensino médio, na Capital (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Movimentação de alunos em escola estadual de ensino médio, na Capital (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias