ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 30º

Educação e Tecnologia

Covid-19: UFGD decide nesta segunda se mantém volta às aulas presenciais

Dourados registrou o maior volume de casos de covid entre todas as cidades e maior ocupação de UTIs

Por Adriel Mattos | 23/01/2022 15:02
Reitoria decidiu convocar reunião após primeiro caso da variante Ômicron no Estado. (Foto: Divulgação)
Reitoria decidiu convocar reunião após primeiro caso da variante Ômicron no Estado. (Foto: Divulgação)

A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) discute na segunda-feira (24) se a volta às aulas em 1º de fevereiro será presencial ou voltará ao sistema remoto. O Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura vai debater o assunto.

A reunião extraordinária terá o intuito de ouvir os conselheiros e definir, de forma colegiada, quais as melhores ações a serem tomadas diante do avanço da contaminação pelo Covid-19 causada pela variante Ômicron. O colegiado tem autonomia para deliberar sobre todas as atividades de ensino, pesquisa, extensão e cultura da universidade.

A reunião buscará dar voz à comunidade acadêmica, uma vez que o conselho é composto por representantes dos docentes, dos estudantes, e dos técnicos administrativos. Além dos membros eleitos das três categorias, também fazem parte do grupo representantes da Câmara de Ensino de Graduação, da Câmara de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa e da Câmara de Extensão e Cultura.

Assim, todas as pessoas da comunidade acadêmica que têm sugestões ou críticas, podem procurar o conselheiro que representa sua categoria, para que este transmita suas ideias ao plenário.

Boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) neste domingo (23) mostra que Mato Grosso do Sul registrou três mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, além de 2.462 novos casos da doença causada pelo novo coronavírus.

Os cinco municípios que mais registraram casos entre ontem, sábado (22), e hoje, são Dourados (+786), Campo Grande (+329), Nova Andradina (+184), Corumbá (+168) e Mundo Novo (+132).

A macrorregião de Dourados tem a maior taxa de ocupação global de leitos de UTI, com 81%. Campo Grande tem 70%, Três Lagoas está com 67% e Corumbá tem 47%.

Nos siga no Google Notícias