ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Enquetes

Com ritmo mais acelerado que na 1ª onda, Campo Grande deve decretar lockdown?

Município já adotou toque de recolher para tentar frear avanço da doença

Por Gabriel Neris | 30/11/2020 08:37
Movimento de pessoas na região central da Capital (Foto: Marcos Maluf)
Movimento de pessoas na região central da Capital (Foto: Marcos Maluf)

Apresentando ritmo mais rápido de contaminação, a covid-19 voltou a preocupar as autoridades sanitárias em Mato Grosso do Sul. Campo Grande e mais 21 municípios figuram com a bandeira vermelha no Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), o que significa grau de alto risco de contaminação, permitindo somente o funcionamento de atividades essenciais e não essenciais consideradas de baixo risco.

Na Capital, a prefeitura decidiu retornar com o decreto de toque de recolher. São 15 dias com as pessoas devendo, obrigatoriamente, ficar em casa entre 0h e 5h.

O Campo Grande News quer saber se você acredita que a Capital deveria decretar lockdown neste momento? Sim ou não? Participe da enquete disponível na home.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) pediu que as pessoas permaneçam dentro de casa, mesmo onde não há toque de recolher, a partir das 21h, diminuindo risco de contaminação.

Até domingo (29) Mato Grosso do Sul registrou 98.363 casos confirmados de covid-19 e 1.766 mortes relacionadas à doença. Somente em Campo Grande são 45.163 casos e 1.766 óbitos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário