ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Enquetes

Maioria concorda em zerar IPVA de motos de até 150 cilindradas

Proposta tramita no Senado Federal e, se aprovada, poderá beneficiar motociclistas de todo o País

Guilherme Correia | 19/11/2021 07:48
Motocicleta de 125 cilindradas. (Foto: Divulgação/Honda)
Motocicleta de 125 cilindradas. (Foto: Divulgação/Honda)

A maioria dos leitores respondeu que é favorável à proposta de zerar a alíquota do IPVA (Imposto sobre Propriedade do Veículo) de motocicletas que tenham até 150 cilindradas.

O projeto foi aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, mas ainda vai ao Plenário. O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), autor do texto, afirma que haveria benefício maior às classes mais pobres, que compra mais esse tipo de veículo. Segundo estimativa do parlamentar, o preço final do tributo poderia reduzir em R$ 400.

Centenas de leitores, como a Aline Cristine Duarte ou o Valmir Maristela, se posicionaram nos comentários do Campo Grande News, concordando com o projeto. O leitor Junior Conceição, no entanto, é contrário. "Não acho justo um pagar e outro não. Deveria é baixar o valor, e todos nós que temos veículos, tanto carro como moto, pagar um preço justo".

IPVAEsse imposto é cobrado anualmente sobre os proprietários de veículos automotores, como carros, motos, caminhões, ônibus e até aeronaves. Variando em cada unidade federativa, por se tratar de um imposto estadual, o repasse é destinado ao próprio estado (50%) e ao município de residência do motorista (50%).

Recentemente, proposta aprovada na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) pretende isentar veículos fabricados há mais de 15 anos da tributação - atualmente, está válida a isenção para os produzidos há pelo menos 20 anos. No entanto, o texto ainda vai para sanção do governador Reinaldo Azambuja e poderá ser válido no ano que vem.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias