A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/07/2015 11:43

“Canibal” de Sete Quedas viaja terça para Toronto faminto por medalhas

Paulo Nonato de Souza
Natural de Sete Quedas, João Marcelo, de 23 anos, embarca terça-feira para conquistar medalhas em Toronto (Foto: Arquivo)Natural de Sete Quedas, João Marcelo, de 23 anos, embarca terça-feira para conquistar medalhas em Toronto (Foto: Arquivo)

Esporte pouco divulgado no Brasil, o ciclismo nem sempre é lembrado mesmo em competições como os Jogos Pan-Americanos. Mas é nessa modalidade que Mato Grosso do Sul desponta com um atleta, João Marcelo Gaspar, de 23 anos, conhecido como “Canibal”, e natural do município de Sete Quedas, que pode proporcionar muitas alegrias e medalhas ao País não só no Pan do Canadá, mas também nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio.

Na próxima terça-feira, dia 21, João Marcelo Gaspar embarca para o Canadá. Será sua estreia em Jogos Pan-Americanos, mas garante que irá disposto a fazer jus ao apelido que ganhou ainda na infância e ao título de revelação brasileira no ciclismo. “Na pista sou um Canibal, quero papar todas as competições, ganhar sempre”, disse o sul-mato-grossense.

Especialista em subida, João Marcelo foi campeão de montanha no Tour do Rio e no Desafio das Américas, em 2013. No Canadá, irá lutar pela primeira medalha de ouro pan-americano do Brasil em provas de resistência do ciclismo de estrada. Apesar do circuito canadense não ter aclives muito fortes e favorecer os especialistas no sprint, ele está confiante.

João Marcelo começou a competir por Sete Quedas quando tinha 15 anos de idade. Ele conta que quase desistiu do ciclismo, ficou dois anos parado voltou a pedalar em 2010 e já em 2013 foi campeão brasileiro sub-23 e venceu todas as etapas da categoria no Tour do Rio.

Ousado, o “Canibal” foi em busca de experiência internacional na temporada passada. Na Suíça, em 2014, passou seis meses treinando e depois se juntou a uma equipe do Equador para disputar provas fora do Brasil.

“Eu queria chegar mais competitivo nos Jogos Pan-Americanos do Canadá. Por isso fui em busca de experiência no exterior, onde o ritmo é totalmente diferente. Agora estou pronto para competir em Toronto e buscar uma vaga nas Olimpíadas de 2016”, afirmou o ciclista.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions