A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/07/2015 11:36

"Mutirão Pró Futebol" convida Romário para abraço de solidaridade ao Morenão

Paulo Nonato de Souza
Movimento Mutirão Pró Futebol quer a presença do presidente da CPI do Futebol, senador Romário, no abraço de solidariedade ao Morenão (Foto: Site do Senado)Movimento "Mutirão Pró Futebol" quer a presença do presidente da CPI do Futebol, senador Romário, no abraço de solidariedade ao Morenão (Foto: Site do Senado)

O senador Romário (PSB/RJ), tetracampeão do mundo pela Seleção Brasileira em 1994, será um dos convidados do movimento “Mutirão Pró Futebol” para o “abraço” ao Estádio Morenão no dia 25 deste mês, como forma de mostrar indignação com a situação da principal praça esportiva de Mato Grosso do Sul, que está interditada pelo Ministério Público Estadual desde o ano passado por apresentar estrutura danificada e riscos aos torcedores.

A decisão de convidar o ex-atacante Romário, um ídolo do futebol, agora senador e autor do requerimento que em maio deste ano criou a CPI do Futebol com a finalidade de investigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) partiu do radialista Arthur Mário Medeiros Ramalho. Ao lado do ex-zagueiro Amarildo Carvalho, ele lidera o movimento “Mutirão Pró Futebol”, lançado no início deste mês, em Campo Grande, com a proposta de promover a recuperação do futebol em Mato Grosso do Sul a partir de um novo modelo de gestão.

“A situação do Morenão hoje é reflexo da decadência do futebol em Mato Grosso do Sul”, disse Arthur Mário. Segundo ele, a expectativa do movimento é reunir não apenas a comunidade do futebol, mas toda a população no abraço ao estádio. Além de Romário, várias outras personalidades do esporte e de outras áreas serão convidadas, como o cantor Almir Sater e o cantor e compositor Paulinho Simões.

Em nome da moralidade e da credibilidade, uma das principais bandeiras do “Mutirão Pró Futebol” é a saída do atual presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira. Ele está no poder ininterrupto na entidade desde 1999, mas antes disso já cumpria mandato “tampão” entre 1983 a 1998, e no último mês de abril tomou posse para mais um mandato até 2019.

Mutirão Pró Futebol prepara “abraço” com pedido de socorro ao Estádio Morenão
O movimento “Mutirão Pró Futebol”, lançado ontem à tarde em Campo Grande, com a proposta de promover a recuperação do futebol em Mato Grosso do Sul a...
Flamengo sai na frente, mas vê empate argentino e Independiente campeão
O Flamengo empatou com os argentinos do Independiente em 1 a 1 na final da Copa Sul-Americana, disputada na noite desta quarta-feira (14) no estádio ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions