ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  15    CAMPO GRANDE 23º

Esportes

Após último treino, técnico do Azulão define time que enfrenta o Bahia de Feira

Por Jeozadaque Garcia e Fernando da Mata | 07/03/2012 15:41
Equipe treinou na noite de ontem no estádio Douradão. (Foto: Gazeta MS)
Equipe treinou na noite de ontem no estádio Douradão. (Foto: Gazeta MS)

Com apenas uma dúvida no meio campo, o técnico Mauro Marino já tem na cabeça o Aquidauanense que estreia esta noite na Copa do Brasil contra o Bahia de Feira de Santana (BA), no estádio Douradão, em Dourados.

A equipe que vai a campo é a mesma que empatou em 0 a 0 com a Serc (Sociedade Esportiva e Recreativa Chapadão) no último sábado, pelo Campeonato Estadual.

A defesa será formada pelo goleiro Ivan, o lateral direito Fiuza, os zagueiros Cléber Lima e Thiago Silva, além do lateral esquerdo Thiago César. A dupla de volantes terá Vit e Baiano. Na armação, Everton é nome certo, contudo, Marino ainda estuda colocar Pulo, para ajudar na marcação, ou Juninho, que se apresenta mais no ataque, que terá a dupla Toledo e Keverson.

“Na Copa do Brasil, quem costuma sair para o ataque são os times grandes. No início vamos ter cautela para fazer a leitura do jogo. Depois, ver se vamos trabalhar no contra-ataque ou partir para cima”, analisa Marino.

O Aquidauanense realizou o último treino na noite de ontem, no Dourados. A equipe está completa e, além dos 11 titulares, outros sete reservas foram relacionados para o banco de reservas.

Conforme o regulamento da competição, nas três primeiras fases o time que vencer fora de casa por dois gols ou mais de diferença elimina a partida de volta.

Outro representante de Mato Grosso do Sul no torneio, o Cene, que anda mal das pernas no Estadual, estreia somente na próxima quarta-feira (14), contra o Atlético (MG), também em Dourados.

Bahia de Feira de Santana foi o campeão baiano em 2011. (Foto: Divulgação)
Bahia de Feira de Santana foi o campeão baiano em 2011. (Foto: Divulgação)

Desgaste - Já o Bahia desembarcou na noite de ontem em Dourados após quase 10 horas de viagens, entre ônibus e avião. Para o presidente do clube, Thiago Souza, o cansaço pode pesar na hora do jogo.

“Foram quase 10 horas de viagem e isso desgasta um pouco e prejudica a equipe, sempre reflete dentro de campo”, analisa.

A equipe, que veio completa para Mato Grosso do Sul, ocupa a segunda colocação no Campeonato Baiano, atrás somente do xará de Salvador. O time, no entanto, perdeu quatro dos últimos cinco jogos.

O presidente, assim como Marino, prega cautela, já que não conhece o time sul-mato-grossense. “Eles estão bem no estadual, é um jogo difícil e não conhecemos nada sobre o Aquidauanense”, admitiu o cartola.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário