A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/10/2015 12:28

Atleta de stand up paddle treina forte para fazer bonito no Pantanal Extremo

Thiago de Souza
Marly compete no stand up paddle desde 2003. (Foto: Divulgação)Marly compete no stand up paddle desde 2003. (Foto: Divulgação)

A Tocantinense Marly Pires, 30 anos, é uma das atletas de Stand Up Paddle que estarão em Corumbá para a 3º edição do Pantanal Extremo – Jogos de Aventura. As competições começam dia 12 de novembro e devem reunir 1.500 participantes.

Pra fazer bonito na competição, onde tem de remar por 30 quilômetros, a atleta que é quarta colocada no ranking do circuito brasileiro tem rotina intensa de treinamentos no Rio de Janeiro, onde mora. Duas vezes na semana faz um trabalho funcional e de resistência na praia. Um dos exercícios é com uma corda de cerca de 15 quilos. Em outros dois dias da semana tem de encarar a academia para musculação e outros três dias para a preparação com o remo.

Com tanto treino, a atleta espera resultados muito bons. Em 2014 Marly foi vice-campeã da prova. “Me apaixonei pelo Pantanal Extremo. É bem diferente de outros lugares. Alí você compete em meio a animais silvestres. É muito bom”, relatou Pires.

A competidora tem uma história curiosa em sua carreira. Na primeira edição do Pantanal Extremo, em 2013, Marly confundiu Mato Grosso do Sul com Mato Grosso, e acabou desembarcando em Cuiabá, em vez de Campo Grande.

Agora ele reúne forças para encarar o desafio novamente. As dificuldades maiores da prova em Corumbá são o calor e o vento contra. “É uma prova de resistência e velocidade. Fazemos o percurso em duas horas e meia”, contou.

As competições de stand up paddle devem ser bastante acirradas, segundo Marly, pois todas lutam pela primeira posição no ranking do circuito brasileiro. “Hoje minhas grandes concorrentes são a Ariane Teófilo, que é a segunda no ranking. A Aline Adisaka também vem muito bem”, pontuou a atleta. 

O Pantanal Extremo vai até o dia 15 de novembro.  

No Pantanal Extremo competidor terá de remar por quase três horas. (Foto: Divulgação)No Pantanal Extremo competidor terá de remar por quase três horas. (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions