A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/05/2012 00:17

Atletas e torcida comemoram bicampeonato do Águia Negra

Nyelder Rodrigues e Fabiano Arruda
Até bandeira do Flamengo, que tem as mesmas cores do àguia, foi usada em comemoração (Foto: Minamar Junior)Até bandeira do Flamengo, que tem as mesmas cores do àguia, foi usada em comemoração (Foto: Minamar Junior)

Após a conquista do bicampeonato estadual do Águia Negra, a noite será de festa em Rio Brilhante, sede do time e cidade onde foi jogada a final dessa quarta-feira (9), contra o Naviraiense.

O time jogava pelo empate para garantir o título, e foi com um 0 a 0 em Naviraí, e outro em Rio Brilhante, que o Águia se consagrou campeão.

No final do jogo, além dos torcedores que invadiram o gramado para comemorar, também foi anunciado um trio elétrico para animar a festa do título.

O título também marcou o fim da carreira do capitão do time, o meia Sidiclei. Ele vai se aposentar e iniciar uma nova carreira, como treinador, no Japão.

“Não teria melhor presente do que esse título”, declara Sidiclei, entre elogios à torcida, clube e comissão técnica. Sobre a aposentadoria, ele diz estar fechando um ciclo vitorioso, e alega o cansado como motivo para a aposentadoria. “O profissionalismo desgasta muito”, conta.

Já o treinador do Águia Negra, Claudio Roberto, destaca a união dos atletas para chegar ao bicampeonato. “Esse foi o nosso diferencial para conquistar esse título”.

Sobre o futuro no clube, o treinador também afirma que 2013 precisa ser bem planejado, já que o time vai disputar além do Estadual, a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro. “Tudo tem que ser estudado. Se a direção optar pela minha saída, vou entender”, relata.

Porém, conforme o presidente do Águia Negra, Geziel Marques, a intenção é manter a base do time, e emprestar os atletas até a segunda quinzena de novembro, quando pretendem já iniciar a pré-temporada visando a disputa dos torneios da temporada de 2013.

Antes do início do jogo, prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva, já distribuía bolas comemorativas  (Foto: Minamar Junior)Antes do início do jogo, prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva, já distribuía bolas comemorativas (Foto: Minamar Junior)

Naviraiense - no Jacaré do Conesul, a derrota deixou alguns jogadores cabisbaixos e ainda gerou reclamações. Para o zagueiro Robson, além de ter faltado o gol, a arbitragem inverteu faltas, o que prejudicou o Naviraiense.

Já o lateral Adriano Chuva preferiu relembrar as dificuldades que o clube enfrentou durante o campeonato, e dar méritos ao vice-campeonato. “Só quem tava com a gente sabe o que passamos para chegar nessa final”, revela o atleta.

Para ele, foi positivo chegar à final e enfrentar o Águia Negra, que soube aproveitar a vantagem que tinha pelo regulamento e garantir o título.

“Perder o título é comum no futebol”, finalizou Adriano, que agora vai disputar a segunda divisão do Campeonato Paranaense pela equipe do Cascavel.

Renda - o Águia Negra também tem muito a comemorar quanto a renda do jogo. O público pagante divulgado pela organização foi de 3.050 pessoas, o que gerou uma renda de R$ 30,7 mil.



olha só, jogo de final com ingressos a r$ 10,00, agora aqui na cpital os organizadores colocam ingressos de times q ja nem tinha chance de classificação caso do comercial a r$ 20,00. isso é absurdo. por isso que num vai ninguem aos estadios daqui. q sirva de exemplo..
 
marcelo arruda em 10/05/2012 12:01:47
tinha no minimo uns 6,000 torcedores
 
sandro pereira em 10/05/2012 09:25:32
parabéns aguia negra
 
sandro pereira em 10/05/2012 08:38:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions