ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  05    CAMPO GRANDE 16º

Esportes

Ausência de ciclista de MS no Pan-Americano gera moção de repúdio

Por Fabiano Arruda | 30/08/2011 18:07
Luciene Ferreira da Silva é a 1ª colocada em Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo/2011. (Foto: Site Distribuidora Dádiva de ciclopeças)
Luciene Ferreira da Silva é a 1ª colocada em Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo/2011. (Foto: Site Distribuidora Dádiva de ciclopeças)

A ausência da sul-mato-grossense Luciene Ferreira da Silva na lista da delegação brasileira que vai disputar os Jogos Pan-Americanos entre 13 e 30 de outubro na cidade de Guadalajara, no México, gerou moção de repúdio a Confederação Brasileira de Ciclismo nesta terça-feira na Assembleia Legislativa.

A moção foi apresentada pelo deputado estadual Junior Mochi (PMDB), que questionou os critérios de convocação da entidade.

A moção ainda será encaminhada com cópia para o ministro dos esportes, Orlando Silva, presidente do comitê olímpico brasileiro, Carlos Arthur Nuzman.

Luciene é a 1ª colocada no Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo/2011, categoria estrada.

Além disso, ainda conforme o deputado, a atleta venceu as provas mais importantes do ciclismo brasileiro na atual temporada e ficou à frente das convocadas Janildes Fernandes Silva (SP), que ocupa a 4ª colocação no ranking; Uenia Fernandes Souza (GO), 23ª colocada; Sumaia Ale dos Santos Ribeiro (SP) 46ª colocada e Clemilda Fernandes Silva, 55ª colocada.

Como reserva foi escolhida a atleta Valquíria Bento Pardial, que ocupa a 7ª colocação no ranking nacional.

O peemedebista ainda criticou a presença da atleta Clemilda Fernandes que, segundo ele, chegou a ser suspensa pela própria Confederação Brasileira de Ciclismo em novembro de 2009 por “doping” e que a punição durou até o dia 06 de julho deste ano.

“O que é preciso para uma atleta pertencer aos quadros da seleção brasileira, seja de ciclismo ou de qualquer outra modalidade? Não é ter o rendimento necessário? Não é ter os índices? Não é estar vigorando no topo para que os melhores atletas possam efetivamente representar o nosso país? Então o que está faltando?” questionou Mochi em discurso nesta terça.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário