ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 19º

Esportes

Avaliada em R$ 1,8 milhão, sede de clube vai a leilão por dívida de R$ 30 mil

Corumbaense tenta reverter decisão judicial para continuar com prédio

Por Gabriel Neris | 05/08/2020 17:08
Sede do Corumbaense, na Avenida General Marechal Rondon (Foto: Reprodução)
Sede do Corumbaense, na Avenida General Marechal Rondon (Foto: Reprodução)

A Justiça do Trabalho de Corumbá, a 419 km de Campo Grande, colocou a leilão a sede do Corumbaense Futebol Clube, avaliada em R$ 1,895 milhão para pagamento de dívida de R$ 30 mil com jogador de futebol.

Os lances podem ser feitos até o dia 3 de setembro. O certame é realizado pela leiloeira Maria Fixer, com lance mínimo de R$ 947.540, mas até a publicação desta reportagem não havia nenhum lance.

Na descrição, o lote apresente campo de futebol, ginásio esportivo, quadra de tênis, piscinas, alojamento, vestiários, salões de festa, churrasqueira, deck. O terreno tem mais de 11 mil metros quadrados e está localizado na Avenida Marechal Rondon com a 7 de Setembro, no Centro, próximo ao Porto Geral.

De acordo com o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, a dívida é com o jogador Sandro Martins da Silva, o “Sandrinho”, com passagens pelo clube em 2017 e 2018, e atualmente no Costa Rica.

Sandrinho com a camisa do Costa Rica (Foto: Reprodução)
Sandrinho com a camisa do Costa Rica (Foto: Reprodução)

O Corumbaense respondeu que está negociando com os advogados do atleta e também questiona o valor avaliação no imóvel. O clube entende que o lote custa em torno de R$ 18 milhões. Também afirma que parte da dívida com o atleta foi paga, mas as parcelas foram suspensas com a paralisação das atividades por causa da pandemia.

O Campo Grande News tentou contato com o jogador, mas não houve retorno até a publicação da matéria.

Dentro de campo, o Corumbaense está entre os oito classificados para a segunda fase do Campeonato Estadual. O adversário das quartas de final é o Aquidauanense. Os outros confrontos são Operário x Comercial, Maracaju x Águia Negra e Costa Rica x Serc.

Na terça-feira a Federação Estadual de Futebol informou que o Campeonato Estadual pode retornar no dia 29 de novembro. Entre as medidas para realização dos jogos está a realização de testes de covid-19 em jogadores e comissão técnica dois dias antes de cada partida. A presença de torcedores está vetada.