A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/06/2010 13:32

Clima de "mata-mata" em partida de Camarões e Dinamarca

Redação

Antes da Copa do Mundo, Samuel Eto''o declarou que Camarões reúne condições de ser campeão do mundo na África do Sul. O jogo iniciado há pouco, provavelmente é a última chance de o atacante provar que não estava iludido.

Em duelo decisivo para suas pretensões no torneio, a equipe enfrenta pela primeira vez na história a Dinamarca, no tradicional estádio Lottus Versfeld, em Pretória.

Ambas as seleções estrearam com derrota. Camarões foi surpreendida pelo Japão, teoricamente o rival mais fraco do Grupo E, por 1 a 0. Com isso, chegou a oito jogos consecutivos sem vencer, contando os amistosos preparatórios para o

Mundial. Já a Dinamarca caiu diante da favorita Holanda por 2 a 0.

A polêmica tomou conta do vestiário camaronês depois da derrota para o Japão. Alguns jogadores criticaram abertamente decisões do técnico francês Paul Le Guen e deixaram exposta uma divisão entre os experientes e os novatos do elenco.

A ausência do técnico na entrevista coletiva obrigatória das vésperas dos jogos, nesta sexta, reforçou a impressão de um mal-estar no elenco. Somente Eto''o falou. Capitão do time, o centroavante criticou o fato de ter sido escalado aberto pela direita, deixando a área. "Sou o artilheiro da seleção na história do futebol do país porque joguei no ataque. Mas isso não me impede de obedecer ao treinador quando ele me pedir para jogar em uma determinada posição", disse, mordendo e assoprando ao mesmo tempo.

A Dinamarca quer tirar proveito da instabilidade do adversário e fazer o que não conseguiu contra a Holanda. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions