A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/06/2010 14:01

Colônias não se empolgam e deixam países de lado na Copa

Redação

As principais colônias de estrangeiros no Estado não se animam com as estreias de suas seleções na Copa do Mundo. Hoje à tarde acontece a partida entre Paraguai (veja matéria sobre a colônia paraguaia) e Itália. Na terça-feira, a seleção de Portugal pega a Costa do Marfim.

A única exceção é a colônia paraguaia, que promete muito barulho para acompanhar a seleção.

Em Mato Grosso do Sul existem, atualmente, cerca de 400 mil descendentes de italianos, sendo que 200 mil residem na Capital. O Centro Cultural Italiano do MS planejou uma pequena reunião para assistir a partida contra o Paraguai, mas não informaram quantos convidados irão aparecer. Até o início da partida, apenas a direção do centro acompanhava a partida.

A Itália é a atual campeã do mundo. O governador André Puccinelli (PMDB), que nasceu em Viareggio, na Toscana, cumpre agenda em Paranaíba e também não assiste o jogo da Azurra, segundo sua assessoria.

No Clube Estoril, da Associação Luso-Brasileira de Campo Grande, não há programação para a estreia da seleção de Portugal, amanhã às 10h. De acordo com José Reis Salas, diretor social, haverá uma feijoada no dia do jogo Brasil x Costa do Marfim, no domingo. "Se houver boa aceitação, faremos uma feijoada no dia do jogo entre Brasil e Portugal também", explica. Salas diz que hoje o clube é "mais Brasil do que Portugal".

Sol Nascente

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions