A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/02/2015 18:58

Com gol nos acréscimos, Corinthians vence Botafogo-SP e se mantém 100%

Daniel Machado
Com dois gols de pênalti, Fábio Santos foi o artilheiro da partida (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)Com dois gols de pênalti, Fábio Santos foi o artilheiro da partida (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

Tudo bem que o torcedor corintiano só consegue pensar no Majestoso de quarta-feira pela Libertadores, contra o São Paulo. Mas a partida de hoje pelo Paulistão, contra o Botafogo-SP, também tinha seus atrativos: 27 mil corintianos foram ver o ídolo Cristian começando o jogo titular pela primeira vez e a estreia de Vagner Love, que entrou no último terço do segundo tempo.

O Timão começou com tudo e perdeu inúmeras chances: logo no início Petros já estava na frente de Renan Rocha, que abafou bem em saída. O colombiano Mendoza também teve suas tentativas cara a cara com o goleiro, mas se atrapalhou. Dracena acertou o travessão de cabeça, Petros não conseguiu completar cruzamento de Edilson quase em cima da linha... O gol era o mais justo.

Injusto, porém, foi da forma que saiu, aos 42 minutos do primeiro tempo.
Guerrero disputou uma bola área com o lateral Denis e o árbitro marcou pênalti inexistente. Fábio Santos cobrou com força e no canto alto para abrir o placar.

O balde de água fria na animação carnavalesca saiu com quase um minuto do segundo tempo. Em um lateral cobrado em direção à área de Walter, a bola passou por Yago e Edu Dracena e Rodrigo, deixado livre por Fábio Santos, só empurrou para empatar.

Depois disso, o Corinthians, reserva e sem ritmo, pouco conseguiu pressionar o Botinha. Os contra-ataques do visitante tornaram-se perigosos. Tite resolveu mexer e colocou Malcom e Jadson nos lugares de Mendoza e Edilson. Petros virou lateral-direito.

Com quase 30 minutos, a torcida inflamou. Vagner Love acabava de entrar no lugar do vaiado Luciano. Em poucos minutos, ele perdeu chance incrível ao se atrapalhar em chute/cruzamento de Guerrero. Pediu para a torcida levantar e foi atendido. Mas não houve recompensa da parte dele.

O jogo terminaria com um empate amargo, mas um novo lance pôlemico decidiu o resultado final, já nos acréscimos, aos 49 minutos do segundo tempo. Em nova disputa área de Guerrero, desta vez com Eli Sabiá, o árbitro marcou novo pênalti. Fábio Santos correu, mudou o canto e garantiu mais três pontos na tabela.
Depois de goleada por 3 a 0 sobre o Marília e vitória por 1 a 0 sobre o arquirrival Palmeiras, o Timão manteve os 100% de aproveitamento no Estadual e voltou a ser o líder do Grupo B, com 9 pontos e 5 gols de saldo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions