ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 22º

Esportes

De MS, judocas paraolímpicos disputam campeonato nos EUA

Eles competem na categoria para cegos totais até 60 kg

Por Kamila Alcântara | 10/05/2024 13:09
Treinadora Anne, junto com os judocas Hellen e Gabriel (Foto: divulgação)
Treinadora Anne, junto com os judocas Hellen e Gabriel (Foto: divulgação)

Os atletas sul-mato-grossense foram convocados pela Seleção Brasileira de Judô Paralímpico para participarem do IBSA Judô Grand Prix, que acontece de 17 a 20 de maio, na cidade de Tbilisi, Geórgia, nos Estados Unidos (EUA).

Eles embarcam para a competição neste sábado (11). Os atletas Hellen Cordeiro Machado e Gabriel Rodrigues competem na categoria para cegos totais até 60 kg.

"Eu sei que vai ser bem difícil, mas eu quero ir e tentar trazer um bom resultado. Eu vou dar o meu melhor. Sei que eu estou treinando já faz bastante tempo, então eu quero trazer um bom resultado. Essa é a minha meta, trazer um bom resultado”, disse Hellen.

Acompanhando o desenvolvimento deles no esporte há 5 anos, a técnica Anne Talitha Silva trabalha com Judô Paralímpico desde 2007 e acredita que a competição estará forte.

"Por ser o último evento valendo pontos para Paris, a competição estará muito forte. Porém, para eles será oportunidade de iniciar no cenário”, explica.

No IBSA Judô Grand Prix, os competidores foram divididos em categorias de peso. As categorias femininas variam de até 48 kg a acima de 70 kg, enquanto os homens competem até 60 kg e acima de 100 kg.

É importante destacar que Hellen é estudante do Curso de licenciatura em Educação Física da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Ela participa do Programa Bolsa Atleta, voltado para estudantes matriculados em cursos de graduação e pós-graduação que possuem desempenho esportivo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias