A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

15/04/2017 10:16

Disputa no “tapetão” atrapalhou planos para jogo com Operário, diz técnico

Paulo Nonato de Souza
Sob forte calor, na casa dos 40 graus de temperatura, o Corumbaense treinou ontem no horário do jogo (Foto: Diário Corumbaense)Sob forte calor, na casa dos 40 graus de temperatura, o Corumbaense treinou ontem no horário do jogo (Foto: Diário Corumbaense)

O técnico Douglas Ricardo, do Corumbaense, admitiu que a indefinição sobre a permanência do Operário de Campo Grande no Campeonato Estadual, entre segunda-feira e quinta-feira, prejudicou seus planos para o primeiro jogo da fase semifinal neste domingo.

A tabela previa o confronto com o Operário de Campo Grande, mas a semana foi de expectativa por conta de medidas protocoladas na Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul, pedindo o afastamento do clube por escalação irregular do meia Eduardo Arroz em dois jogos da primeira fase no mês de fevereiro.

“Você prepara o seu time conforme o adversário que irá enfrentar, mas fizemos os treinos da semana sem ter certeza contra quem iriamos jogar”, comentou o treinador em entrevista ao Diário Corumbaense. “O ideal no futebol não é isso, é estar definido, organizado, como deve ser, mas mesmo assim, procuramos trabalhar da melhor maneira possível com dedicação e empenho”, ressaltou.

Três clubes recorreram contra o Operário, inclusive o Corumbaense, que junto com o Comercial de Campo Grande, pedia a suspensão do campeonato até que a questão fosse julgada e decidida. Já o Urso de Mundo Novo queria os pontos das derrotas de 3 a 0 e 4 a 1 para o time campo-grandense nos confrontos das quartas de final.

As chamadas medidas inominadas foram protocoladas na terça-feira, 11, e a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva só saiu no final da tarde de quinta-feira, 13. O Procurador Thiago Monteiro Yatos decidiu arquivar os pedidos dos três clubes por considerar “prescrita qualquer pretensão punitiva” ao Operário pela escalação de Eduardo Arroz em fevereiro.

Corumbá, 40 graus - A semana foi de forte calor em Corumbá. Por conta da alta temperatura o time treinou apenas em um período, e ontem fez um coletivo no horário do jogo para que os jogadores, mesmo acostumados com o clima, estejam mais preparados para atuar sob o calor excessivo.

O Corumbaense enfrenta o Operário neste domingo, às 15h, no Estádio Arthur Marinho, e a previsão é de que a temperatura esteja na casa dos 40 graus no horário da partida.

Os ingressos já estão à venda: R$ 7 a arquibancada descoberta e R$ 15 a coberta. A expectativa é de que o Arthur Marinho esteja lotado para empurrar o Corumbaense diante do Operário.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions