A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/02/2015 23:38

Em estreia na Libertadores, Corinthians goleia Once Caldas em jogo de loucos

Daniel Machado
Nem o mais louco do bando de loucos na Arena Itaquera esperava um jogo tão “corintiano” diante do Once Caldas. (Foto: Marcos Ribolli/G1)Nem o mais louco do bando de loucos na Arena Itaquera esperava um jogo tão “corintiano” diante do Once Caldas. (Foto: Marcos Ribolli/G1)

Nem o mais louco do bando de loucos na Arena Itaquera, em São Paulo, esperava um jogo tão “corintiano”. A estreia do Timão na Taça Libertadores da América de 2015 diante do Once Caldas foi épica. Um verdadeiro jogo de superação.

Bola rolando e logo aos 20 segundos o primeiro gol. Emerson Sheik (um dos melhores da partida) fez boa jogada pela direita da meta do Once Caldas, pedalou e, após tentativa de cruzamento viu a bola ir direto para o gol, encobrindo o goleiro colombiano. Com o apoio de 36 mil torcedores e a abertura do placar logo no início, parecia que o Timão vinha para golear, mas depois viu o Once Caldas crescer e levar perigo por diversas vezes à meta do goleiro Cássio.

Aos 26 minutos, a equipe de Tite ficou com um jogador a menos: a pressão colombiana, que resultou até em um gol anulado pelo árbitro Patricio Loustau, ficou ainda mais forte quando o argentino expulsou Guerrero, por uma agressão a um adversário.

Com um jogador a menos, o Corinthians passou a se cuidar mais na defesa. A equipe já não avançava como antes, tampouco tentava pressionar o adversário em seu campo. Os colombianos, por sua vez, vieram para cima em busca de um empate que não sairia na primeira etapa.

Após o intervalo, o panorama não se modificou tanto, com os brasileiros mais marcadores e os colombianos mais ofensivos. Os espaços estavam ali, mas faltava qualidade.

Como o Once Caldas não aproveitou as chances, tomou. E o segundo gol do Timão veio de escanteio, com um improvável lance de Felipe, de cabeça, aos 9 minutos do segundo tempo.

Era tudo que o Corinthians precisava, no entanto havia mais reservado para a noite. Expulsões de Murillo, do Once Caldas, e de Fábio Santos, do Corinthians, que ficou com 9 jogadores no final. E mais um gol dos donos da casa. Um gol não, um golaço de Elias em linda troca de passes, aos 25 minutos da fase complementar.

Depois de um passe de calcanhar de Renato Augusto, aos 33 minutos, pelo lado direito do ataque, Fagner penetrou na área e, com uma leve cavadinha na bola, encobriu o goleiro colombiano e decretou números finais ao jogo: 4 x 0!

Após quatro anos daquele fatídico jogo que culminou com a vergonhosa eliminação do Corinthians da Pré-Libertadores, diante do também colombiano Tolima, não dá pra dizer que esse fantasma já foi exorcizado nesta noite. Mas que a vantagem é enorme para o jogo de volta, ninguém pode negar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions