A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 15 de Dezembro de 2018

24/05/2017 21:21

Imbróglio sobre rebaixamento no Estadual do MS será julgado nesta quinta

Nyelder Rodrigues

Começa às 9h30 (horário de MS) a série de julgamentos do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nesta quinta-feira (24), no Rio de Janeiro (RJ). Serão nove ações avaliadas pelo Tribunal Pleno, uma delas referente ao rebaixamento do Ivinhema em 2017 no Campeonato Sul-mato-grossense.

O Azulão do Vale perdeu na última rodada do Estadual para o rival Naviraiense e acabou sendo rebaixado para a Série B de 2018. Porém, o clube avalia que o lateral Júlio César, do Jacaré do Conesul, foi escalado irregularmente.

A questão passa pelo registro do atleta no BID (Boletim Informativo Diário). O lateral constava no BID da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) para a disputa, porém, no BID da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ele ainda estava relacionado como atleta do Angra dos Reis.

O jogo contra o Naviraiense aconteceu no dia 26 de março e terminou em 3 a 1. Conforme o regulamento da competição, o registro teria que ser feito, regionalmente, até o dia 23, o que ocorre. Porém, o registro na CBF ocorreu apenas na quarta-feira seguinte ao duelo, dia 29 de março.

Daí, surgiram várias divergências. No TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul), foi dada vitória unânime para o Naviraiense, por sete votos. Porém, em caso semelhante no Paraná, o Tribunal local atuou de forma semelhante ao sul-mato-grossense, mas teve a decisão revertida na instância nacional.

E é nisso que o Ivinhema sustenta esperança para permanecer na Série A do Estadual. Contudo, no regulamento do Paranaense de 2017, foi imposto o BID da CBF como parâmetro, ao contrário do regulamento de Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions