A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

08/06/2015 11:02

Luta Olímpica de MS volta do Rio Grande do Norte com duas medalhas de prata

Paulo Nonato de Souza
O sul-mato-grossense Ed Brun no pódio após a conquista da prata no estilo grego-romano (Foto: Divulgação)O sul-mato-grossense Ed Brun no pódio após a conquista da prata no estilo grego-romano (Foto: Divulgação)

Esta segunda-feira será de comemoração para a equipe sul-mato-grossense de Luta Olímpica. E são dois os motivos: as duas medalhas de prata conquistadas pelo rio-pardense Ed Bruno no Campeonato Brasileiro Caixa de Luta 2015, categoria Cadete, realizado no último final de semana em Baía Formosa, no Rio Grande do Norte.

“Superação é a palavra que define a experiência do último fim de semana para a nossa equipe”, disse o presidente da Federação de Lutas Associada de Mato Grosso do Sul (FELAMS), Jean Nunes, que chefiou a delegação, composta pelos atletas Ed Bruno e Fernando Martins, de Ribas do Rio Pardo, Maria Luiza Cordova, de Dourados, e Weslley dos Santos, de Três Lagoas.

Segundo Jean Nunes, a delegação encarou obstáculos difíceis mesmo antes de embarcar em Campo Grande. Os imprevistos começaram no aeroporto. A equipe embarcaria às 5h da manhã de sexta feira, mas não foi possível porque a data de embarque expedida na passagem na conferia. Iniciou-se então uma exaustiva batalha para remarcar as passagens em horário que tornasse possível a participação no campeonato e impedisse o desperdício do planejamento, treinamento, além de apoio e investimento na equipe. Por fim, o embarque aconteceu no fim da tarde e a chegada a Natal (capital do Rio Grande do Norte) ocorreu por volta das duas da manhã de sábado, e ainda teve mais duas horas de Van até a cidade que sediou o evento”, revelou o dirigente.

Mesmo com todas as dificuldades, ressaltou Jean, os atletas sul-mato-grossenses fizeram bonito. O rio-pardense Ed Bruno conquistou duas medalhas de prata. No estilo greco-romana, venceu suas duas primeiras lutas por superioridade técnica contra atletas de São Paulo e Rio de Janeiro e perdeu a final para o potiguar Hygor Brasil. Já no estilo livre, venceu o representante da Paraíba em apenas 51 segundos de luta, na semifinal venceu o atleta do Pernambuco e e perdeu a final para o amazonense Rubvan Costa.

“Foi fundamental para nossa participação o apoio do Governo do Estado por meio da Fundesporte, pelo compromisso das prefeituras das cidades de Três Lagoas, através da Sejuvel, e de Ribas do Rio Pardo, e da Academia Via Olímpica, de Campo Grande, que abriga o Centro de Treinamento Estadual de Luta Olímpica", agradeceu Jean Nunes.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions