ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Esportes

Movimento por mudança no comando do futebol de MS será lançado hoje à tarde

Paulo Nonato de Souza | 01/07/2015 10:30

Movimento batizado de “Mutirão Pró Futebol”, contra o que chama de continuísmo na administração da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), será lançado nesta quarta-feira, às 15 horas, no auditório da Associação dos Municípios (Assomasul), em Campo Grande.

Encabeçado pelo jornalista e radialista Arthur Mário Medeiros Ramalho e pelo ex-zagueiro do Operário, Palmeiras e Porto de Portugal, Amarildo Carvalho, o movimento pretende mobilizar desportistas, empresários e autoridades da política e do judiciário por mudança no comando do futebol em Mato Grosso do Sul. O atual presidente, Francisco Cezário de Oliveira, está no poder ininterrupto desde 1998, mas antes disso já cumpria mandato “tampão”, e no último mês de abril tomou posse para mais um mandato até 2019. Segundo os organizadores, o movimento é uma espécie de "Fora Cezário".

“O que queremos é um futebol forte e administrado de forma transparente em Mato Grosso do Sul”, disse Arthur Mário, que na década de 1990 foi presidente do Comercial de Campo Grande e chegou a tentar ser candidato à presidente da FFMS, mas não conseguiu viabilizar sua candidatura. “Tentei disputar a eleição de 1998, mas fui impedido pelas armações estatutárias do Cezário. Ele muda o estatuto conforme o interesse e faz isso para evitar oposição. Se você supera um obstáculo ele cria outro para não ter opositor”, ressaltou.

O ex-zagueiro Amarildo Carvalho é outro que tentou ser candidato à presidência da Federação na eleição de 2014, mas também alega que foi forçado a desistir porque o estatuto da FFMS foi alterado e passou a exigir que somente dirigente de clube poderia encabeçar candidatura. “Nunca fui dirigente de clube. Apenas fui jogador”, ressaltou.

Nos siga no Google Notícias