A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

11/04/2018 15:06

Novo muda comissão técnica faltando 10 dias para estreia no Brasileiro

Robert Almeida está fora dos planos do clube, que promete apresentar o novo projeto ainda nesta semana

Gabriel Neris
Robert Almeida está fora dos planos do Novo para o Brasileiro da Série D (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Robert Almeida está fora dos planos do Novo para o Brasileiro da Série D (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Perto de estrear no Campeonato Brasileiro da Série D, a diretoria do Novo decidiu romper o contrato com a atual comissão técnica, comandada por Robert Almeida. O primeiro jogo na competição está marcado para o dia 22 de abril, às 16h, contra o Aparecidense (GO).

O presidente do clube, Américo Ferreira, afirmou que “o projeto não é bom para ele [Robert]” e que o trabalho será feito com os “pés no chão”. Segundo Américo, o clube deve apostar em um treinador das categorias de base para disputar a competição, diante da atual dificuldade financeira.

O dirigente informou que o novo projeto de trabalho para a competição será apresentado na próxima sexta-feira.

Procurado pelo Campo Grande News, Robert Almeida disse que foi informado sobre a falta de recursos do clube para bancar a participação na Série D. “A comissão técnica está fora. Agora é só lamentar esta situação, torcer para o Novo se reerguer financeiramente e se estruturar”, disse.

Ele disse também que havia a possibilidade do clube pedir desistência da competição, fato negado pelo presidente do clube. “De jeito nenhum”, rebateu Américo.

De acordo com o regulamento de competição da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o pedido de desistência deve ser enviado com prazo de 50 dias.

Robert Almeida deixa o Novo depois chegar até a fase semifinal, sendo eliminado pelo Corumbaense. O time havia terminando a primeira fase na última colocação do grupo A e como não houve rebaixamento na edição deste ano, o prejuízo foi apenas a eliminação.

O Novo foi quem acionou o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) sobre a irregularidade do lateral Paulo Cesar Urnau, do Costa Rica, escalado em três partidas de forma irregular. O clube foi punido com a perda de 13 pontos e o Novo herdou a quarta vaga do grupo A na segunda fase. Nas quartas de final eliminou o Águia Negra, então com a melhor campanha entre os dias 10 participantes.

O time de Campo Grande está no grupo A11 do Brasileiro. Além do Aparecidense, também compõem o grupo o Ceilândia (DF) e o Sinop (MT). Já o Corumbaense, segundo representante do Estado, estreia na competição fora de casa no dia 21 de abril, às 14h30, contra o Iporá (GO). Os dois times estão grupo A10 ao lado de Brasiliense e Dom Bosco (MT).

A competição não será paralisada durante a Copa do Mundo da Rússia. O torneio contará com 68 clubes divididos em 17 grupos. Avançam para a segunda fase o primeiro colocado de cada grupo e os 15 melhores segundos colocados, dando início ao mata-mata.
Os semifinalistas garantem vaga na Série C do ano seguinte. De acordo com a CBF, as finais estão previstas para os dias 29 de julho e 5 de agosto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions