ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 31º

Esportes

O que esperar da Copa América 2021

Por Apostaganha Brasil | 15/06/2021 11:16
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Vai começar a tão discutida e polêmica Copa América 2021. Antes com sede na Colômbia e Argentina, passando a ser disputada apenas em solo argentino, mas no fim, os jogos acontecerão no Brasil. Não entendeu? Segue a leitura e confere o resumo e algumas opções de apostas!

Na temporada passada, a CONMEBOL anunciou o adiamento da Copa américa, devido à pandemia de COVID-19. Os jogos foram anunciados para junho deste ano, com a Colômbia e Argentina como sedes.

A Colômbia desistiu devido ao caos social que vive o país, com inúmeros protestos violentos, e a sua incapacidade de organizar e proteger a competição do seu estado atual.

No mês passado, a Argentina desistiu de sediar a competição devido ao aumento do número de casos de contaminação no país. Sendo assim, a entidade máxima do futebol sul-americano teve de correr para encontrar um novo lugar a sediar os jogos.

Essa bomba caiu no colo do Brasil, que se dispôs a organizar o torneio. Desta vez não teremos seleções convidadas, já que o Catar e a Austrália desistiram da competição, também por causa da pandemia.

FÓRMULA DE DISPUTA

O sistema de disputa será da seguinte forma: dois grupos com 5 equipes, onde todas se enfrentam, e os 4 primeiros colocados avançam para a segunda fase.

Daí em diante, inicia o chaveamento das quartas-de-final, onde teremos jogos únicos e eliminatórios, até a final da competição.

Grupo A: Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai

Grupo B: Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela

GRUPO A – MAIS FORTE E EQUILIBRADO!

Com certeza a disposição dos grupos ficou um pouco desproporcional (na minha humilde opinião). Enquanto o Grupo B tem uma equipe despontando como grande favorita, neste Grupo A temos bons times, grandes jogadores, e um nivelamento mais próximo entre as seleções.

Argentina – Embora os argentinos acumulem uma longa sequência de invencibilidade (última derrota aconteceu em 2019), a equipe tem sofrido demais para ser dominante nos jogos das eliminatórias.

O time empatou 3 dos últimos 4 jogos, com uma grande dificuldade de criação. Desde o final do ano passado, dos 4 adversários do seu grupo empatou com 3 e venceu somente a Bolívia, em La Paz, por 2 a 1.

Time que ataca, mas tem sofrido gols constantemente. Destaques da convocação são Lionel Messi, Kun Aguero, Paolo Dybala e Lautaro Martinez.

Bolívia - A mais fraca do grupo, e que tende a ser a única equipe eliminada na primeira fase. Equipe que sempre figura nas últimas posições das eliminatórias, e fora da altitude é um time muito pouco perigoso.

Nas eliminatórias vem com uma campanha de uma vitória (na altitude), dois empates e 3 derrotas. A equipe que sofreu 14 gols em 6 jogos, tem uma das piores defesas do campeonato. O centroavante Marcelo Moreno é o artilheiro e destaque dessa equipe.

Chile – Os chilenos vão tendo altos e baixos nesta temporada, com mais momentos de baixa, é verdade. Na última semana o time conseguiu fazer um enfrentamento muito competitivo com a Argentina, fora de casa, e empatou em 1 a 1. Logo na sequência conseguiu empatar em casa com a fraca Bolívia.

Time que tem uma maior capacidade de jogo em transição, mas sofre para ser propositivo. Tem tido baixo aproveitamento ofensivo. Destaques para jogadores que atuam no Brasil: Isla (Flamengo), Vargas (Atlético-MG), Palácios (Inter) e Pinares (Grêmio).

Paraguai – Os paraguaios vão também tendo uma dificuldade de construção, mas vem apresentando um sistema defensivo bem sólido. Equipe que marcou apenas 6 gols nas eliminatórias e sofreu 7. Time com uma vitória e 4 empates, e apenas uma derrota.

Time que baseia seu jogo no sistema defensivo, com uma boa zaga, que atua com 3 defensores, sendo eles Gustavo Gomez (Palmeiras) e Junior Alonso (Atlético-MG).

Uruguai – Uruguai vai iniciando as eliminatórias em altos e baixos. Time com ótima capacidade defensiva, mas que também vem tendo problemas de criação ofensiva. Vem com 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, marcando apenas 7 gols e sofrendo 7 gols.

Time que joga com duas linhas de 4 jogadores, meio-campo muito combativo, e grandes jogadores no ataque. Destaques para Arrascaeta (Flamengo), Cavani (Manchester United) e Luiz Suarez (Atlético de Madrid).

Melhores opções de apostas

Grupo muito equilibrado, onde temos equipes que vem apresentando desempenhos instáveis. Quanto ao seu potencial, vejo a Argentina com melhores condições de vencer esse grupo.

Para a Argentina vencer o Grupo A, a odd está em 1.57, seguido do Uruguai em 3.75 e Chile 6.50, todas as cotações na Betano.

Jogos que devem vir com boas cotações, tendo em vista o fator de equilíbrio que se apresenta nas eliminatórias. O Uruguai corre por fora para vencer essa chave.

GRUPO B – JOGOS MAIS “ANIMADOS”, MAS COM UM GRANDE FAVORITO

Esta chave tem algumas equipes que apresentam padrões ofensivos mais positivos nesta temporada. Mas é um grupo onde o Brasil aponta como grande favorito a vencer, com Equador e Colômbia brigando pela segunda posição.

Brasil – A equipe de Tite lidera as eliminatórias, com 100% de aproveitamento, 6 vitórias, 16 gols marcados e apenas 2 gols sofridos. Embora as críticas dos brasileiros com as listas do treinador, e até mesmo com o padrão técnico apresentado em alguns jogos, é inegável que o time é competitivo.

Time que tem a base que vem atuando nas eliminatórias, com Neymar como grande estrela. Richarlisson se destacando como companheiro do jogador do PSG, e outros tantos jogadores de times de ponta da Europa, como Alisson, Marquinhos, Casemiro, Firmino, etc.

Colômbia - Os colombianos ainda precisam de regularidade. Uma equipe com bons nomes, time forte e vertical, mas que vem em altos e baixos dentro das eliminatórias.

Time que venceu duas vezes, empatou dois jogos e perdeu em duas oportunidades. Ofensivo, marcou 11 vezes e sofreu 13 gols, uma das piores defesas do campeonato. Time que joga e deixa jogar.

Equipe que não terá James Rodriguez, e tem como destaques: Cuadrado, Zapata, Muriel, Borre.

Equador – Time que também tem sido um tanto ofensivo, mas que também vai do céu ao inferno em pouco tempo. Venceu 3 vezes e perdeu 3 vezes no início das eliminatórias, se apresentando na terceira posição.

Time que tem o segundo melhor ataque do campeonato, com 14 gols e uma defesa que já sofreu 10 gols. Tem como destaque a vitória por 6 a 1 sobre a Colômbia, mas que perdeu em casa para o Peru por 2 a 1. quando ataca é bastante vulnerável também.

Peru – Time que disputa quarta força desta chave com a Venezuela. Vem na última posição das eliminatórias, com apenas uma vitória (esta já referida sobre o Equador). Equipe que tem apenas 6 gols marcados e a pior defesa, com 14 gols sofridos.

Tendência de um jogo bem reativo, mas que pouco produz ofensivamente. Destaque para a convocação do centroavante do Internacional, Paolo Guerrero, grande estrela do futebol peruano.

Venezuela – A Venezuela briga com o Peru para ficar com a última vaga desta chave. Time que vem na penúltima posição das eliminatórias, tendo também uma única vitória.

Um ataque que é o pior das eliminatórias, tendo marcado apenas 3 gols e sofreu 9 no total. Destaque para o meia atacante Soteldo, ex-Santos.

Melhores opções de apostas

O Brasil é o grande favorito a vencer esse grupo, e também a chegar nas finais da competição. Colômbia aparece como a segunda favorita na chave, seguida do Equador.

O Brasil paga 1.44 para vencer o grupo, 4.33 a Colômbia e 10.00 o Equador, todas as odds encontradas no mercado.

Diferente do Grupo A, essa chave tende a ter jogos mais dinâmicos, onde as linhas de gols devem ser as boas opções de apostas. Além disso, handicaps para o Brasil, e a colômbia chegando como boa opção também.

MAIS OPÇÕES DE APOSTAS PARA A COPA AMÉRICA 2021

Além das opções tradicionais, temos alternativas interessantes, e vejo como importante o destaque.

Artilheiro

Boas opções para quem será o artilheiro da Copa América, cotações altas, e vejo três nomes como os mais prováveis.

Lionel Messi (Argentina) 4.00, Luís Suarez (Uruguai) 6.00 e Neymar (Brasil) 7.00, odds nas melhores casas de apostas.

Para chegar à final

Acredito que Brasil e Argentina sejam os favoritos à fazerem a final da competição. Tudo vai depender da posição de cada um no seu grupo, e   onde vai cair na chave da segunda fase.

O mercado paga 1.44 para o Brasil estar na final, mas vejo como grande cotação a Argentina, que paga 2.10

Último do grupo

Opção de mercado bem interessante também. No grupo A, vejo a Bolívia como fortíssima candidata a ficar de fora da segunda fase, já que não tem a altitude a seu favor. No Grupo B, a briga vai ser acirrada entre Peru e Venezuela, mas acho que o Peru tem um elenco um pouco melhor.

Para ser último do grupo, a Bolívia paga 1.50 e a Venezuela paga 2.20..

A Copa América têm início nos próximos dias, e esperamos que esse artigo tenha sido de grande ajuda para suas escolhas de apostas. Tenham todos uma boa sorte nas suas apostas dentro da competição!

 * Matéria produzida por Apostaganha Brasil

Nos siga no Google Notícias